Entrevista exclusiva com a banda Matanza

Nós do Música e Cinema temos o prazer em apresentar para vocês nossos leitores uma entrevista feita com a grande banda carioca Matanza.

A banda foi idealizada em 1996 por Jimmy London e Donida, e nesse longo tempo de estrada fizeram muito sucesso com seus discos: “Santa Madre Cassino” “Música Para Beber e Brigar” “To Hell With Johnny Cash” “A Arte Do Insulto” e “Odiosa Natureza Humana”.

E agora vocês leitores do Música e Cinema vão ter o prazer de ver essa entrevista.

matanza

Entrevista com a banda Matanza

Bom, para começar vamos falar de influencias, quais foram as bandas que mais influenciaram o Matanza para vocês chegarem nesse som único que vocês fazem?

Vamos falar das 3 principais, Johny Cash, Motorhead e Slayer.

E vocês, esperavam ficar tão famosos e serem considerados a banda mais durona do Brasil?

Não, só queríamos fazer música boa e nos divertir.

Vocês já sofreram algum tipo de censura por suas letra fortes?

Até agora não.

Muitas bandas sofrem no começo por tocar em alguns lugares digamos estranho, qual foi o pior lugar que vocês já tocaram?

Difícil de lembrar porque já tocamos vários buracos.

O que vocês acham da fase atual da música brasileira, em que Michel telo e restart estão em alta?

Acho uma merda darem moral pra esses caras. Produtinhos da mídia que em breve envelhecerão e darão lugar para os próximos boyzinhos. Lamentável o mercado fonográfico.

Nos sentimos falta do Matanza nos principais programadas da TV aberta, tem algum motivo além de ser uma banda independente para o Matanza não aparecer muito nesses programas?

Matanza é boicotado pela mídia da TV mas não nos importamos porque foi sem ela que construimos tudo até hoje. Quem fez o Matanza ser o que é foi nosso público fiel.

É totalmente verdade que vocês já fizeram vários shows bêbados?

Sim, qual artista que não fez ou faz? Maior exemplo foi o mestre Tim Maia que sempre estava alucinado e passava o show todo pedindo pra aumentar o volume do retorno.

A vida de musico no Brasil é um tanto complicada e, as vezes fica uma pergunta no ar, como vocês aguentam essa correria, de show em show, aeroporto à aeroporto?

Quando se gosta de uma coisa agente passa por cima das dificuldades.

Quando vocês não estão na estrada, o que fazem? quais os hobbies?

Cada um faz uma coisa diferente .

Qual a dica de vocês para os novos músicos que estão surgindo?

Acreditem sempre no seu trabalho.

Para finalizar, deixem um recado pros leitores do musicaecinema.com: Heil motherfuckers, fiquem de ouvidos abertos porque 2013 tem som novo.

Agradecemos ao produtor da banda Pisca e ao baixista China, que atenciosamente nos respondeu.

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

Danilo Gentili, Carlos Villagrán e Fabrícrio Bittar

Filme: Danilo Gentili fala sobre produção, Carlos Villagrán e trilha sonora

Lançado em 2009, o livro “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola” ganhará sua …

5 Comentários

  1. os caras reclamam que a mídia não dá espaço pra eles…aí quando um site como o musica e cinema dá espaço pros caras, eles respondem as perguntas de forma curta e grossa e não são capazes de aproveitar o pouco espaço que eles dizem que tem…e pq responder as perguntas desta maneira? pra se mostrarem maus!!!!

    lamentável…

    • Como se eles precisassem ficar babando ovo de site/revista/TV pra serem queridos. Eles têm o público que querem, e posso dizer que fazem um dos melhores shows q já vi de banda nacional. Quem tem talento não precisa pagar de simpático na mídia pra ganhar fã.

      • Muito bem dito Drica..
        Eles tem o publico que querem.. e fazem o melhor show da musica brasileira do Brasil..
        Quando fui no show deles.. fiquei horas em pé assistindo as bandas de abertura.. minhas pernas doiam.. tava louco pra sentar em algum lugar pra descansar.. mais não dava..
        Mais assim que eles entraram, o cansaço sumiu.. todo mundo gritando e pulando na primeira musica que eu me lembro ter sido “O chamado do bar” até a ultima.. que eu não lembro qual foi..
        2 segundos antes deles subirem no palco eu tava morto.. cansado por causa das bandas ruins que eram as que abriram o show..
        mais aí foram só eles entrarem que a energia deve ter vindo do chão.. pq o cansaço tinha ido embora.. muito bom.

    • eles não querem espaço.. como o China disse eles n precisaram da mídia pra chegar onde eles estão e não é agora que ele vão precisar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *