Paul Stanley do KISS revela seus 13 guitarristas favoritos

O frontman da banda KISS, Paul Stanley, certamente é um dos nomes mais conhecidos do rock n’ roll. Afinal, sua banda é um dos maiores fenômenos do gênero, seja por sua discografia repleta de hits clássicos ou por seu estilo muito característico com seus trajes e maquiagens marcantes.

Assumindo os vocais e guitarra base em sua banda, apesar de ser um dos frontmen mais famosos de todos os tempos, o músico não nega a influência de outros “heróis da guitarra” famosos em sua formação. Isso foi compartilhado durante uma entrevista para a revista Guitar World.

Durante a conversa, Stanley comentou a importância do guitarrista base para a música, mas também aproveitou para listar seus 13 guitarristas favoritos e que mais o inspiraram em sua carreira, considerando-os únicos e inovadores. Conheça os nomes abaixo:

Albert, Freddie e B.B. King

Apesar de os três músicos não possuírem relação entre si, Stanley os cita como um tipo de “rota” de onde começou. Os três guitarristas são conhecidos por serem nomes proeminentes do jazz e blues e sempre aparecem em listas de “melhores guitarristas de todos os tempos”.

image 14


Jimmy Page

Para Stanley, o ex-guitarrista do Led Zeppelin vai além da música. “Ele é Beethoven. Ele pinta com música de uma forma quase estelar”. Atualmente com 79 anos de idade, Page é amplamente considerado como um dos maiores e mais influentes guitarristas de todos os tempos.


Pete Townshend

Habilidoso guitarrista da banda The Who, Stanley destaca que Townshend foca bastante em acordes certeiros, evitando solos chamativos, o que é uma de suas maiores influências. “Isso é algo que sempre levei a sério e trabalhei para aplicar em meu próprio jeito de tocar”.

image 16


Richie Havens

Um dos grandes nomes do folk estadunidense, Stanley considera Havens como uma grande influência para o guitarrista base. “Se você quer ser um grande guitarrista base, recomendo que assista Richie Havens. Mas você realmente tem que ouvir com atenção e entender o que ele está fazendo, porque é incrível”.


Steve Marriott

À frente da banda Humble Pie, Paul Stanley destacou que não só amava a banda justamente por Marriott ser um dos integrantes, mas também por ter sido grande influência nos primórdios do KISS. “Humble Pie e a forma de tocar de Steve foram uma grande parte do que eu tinha em mente quando o KISS começou”.

image 18


Malcolm Young

Apesar de o AC/DC ter surgido depois do KISS, Stanley não deixou de destacar o trabalho de Malcolm Young como um dos melhores guitarristas base de todos os tempos. “Se você passou algum tempo ouvindo a música do AC/DC, saberia que, embora Angus Young seja um guitarrista incrível, Malcolm é claramente a base que permite a Angus fazer o que ele faz tão bem”.


Jimi Hendrix

Ocupante do primeiro lugar em inúmeras listas de “melhores guitarristas de todos os tempos”, Stanley destaca Jimi Hendrix como uma inspiração para a harmonia entre percussão e guitarra base, além de considerar a performance do músico algo de “outro planeta”. “Era totalmente indefinível”.

image 20


Neil Young

No caso de Neil Young, Stanley destacou o trabalho acústico do músico como seu gosto pessoal. Entretanto, ele elogiou ambas as performances do guitarrista. “Neil Young tem muita sutileza em seu ritmo e acordes. E sua escolha é simplesmente fantástica. Ele é um guitarrista realmente excelente, com muitas nuances pelas quais sempre fui atraído”.


Paul Kossoff

O guitarrista da banda Free chamou a atenção de Paul Stanley enquanto o músico dirigia, que alegou precisar parar o carro para recuperar o fôlego depois de ouvir a música “All Right Now”. “Seu domínio dos acordes enganava no que parecia que ele estava fazendo versus o que ele realmente estava fazendo”.

image 22


Lindsey Buckingham

Para Stanley, o ex-Fleetwood Mac tem um estilo de tocar muito único. “O que Lindsey Buckingham faz é atemporal e genuinamente inconfundível, e tornou aqueles álbuns clássicos do Fleetwood Mac muito especiais. Eu realmente nunca ouvi nada parecido ou alguém tocar do jeito que ele toca”.


Nancy Wilson

Além de defender a guitarrista do Heart de argumentos machistas, confirmando que ela é uma ótima guitarrista independente do gênero, Stanley também elogiou suas habilidades na guitarra. “Essa mulher é uma guitarrista base fantástica e, novamente, outra dedilhadora”.

“Isso por si só me inspira porque sempre fui atraído por jogadores adeptos de algo enraizado em fundamentos e princípios básicos.”

image 24
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.