Monstro Discos segue apostando alto no rock e lança 28 títulos em 2018

O rock pode até ter morrido para algumas pessoas ou não dialogar mais com a juventude. Pode não estar entre os gêneros mais ouvidos no Brasil e pode até andar meio sumido das escalações de festivais pelo país. Mas para a Monstro Discos o rock continua sendo prioridade e coisa séria. Mesmo que sertanejo, funk e a nova MPB é que estejam em alta, o selo goiano não abre concessões e segue apostando alto no rock, valorizando bandas, fomentando novos artistas e lançando nada menos que 28 títulos em 2018. Uma média superior a 2 lançamentos por mês.

Entre as novidades deste ano estão CDs, singles e álbuns digitais, compactos 7 polegadas e até a reedição de clássicos do rock independente em vinil, com a criação da Série Ouro. Em 2018, o cardápio da Monstro ganhou novos sabores vindos do Pará, São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal, Santa Catarina, Rio de Janeiro e, claro, Goiás, onde está concentrado o maior número de lançamentos.

De Goiânia, a “Cidade Rock”, a Monstro apresentou novidades como o Desert Crows, Jukebox from Hell, Blowdrivers, o “indomável” Sandoval Shakerman, Ovnnee e Templates e ainda novos trabalhos de velhos conhecidos como o Violins, Two Wolves, Rollin’ Chamas, The Galo Power e Senõres. Ainda do Planalto Central veio também o álbum digital Músicas  Countris, dos brasilienses do Pedrinho Grana & Os Trocados.

Do Norte e Nordeste, os destaques são o novo CD do Mundo Live S/A (A Dança dos Não Famosos), o segundo disco dos também pernambucanos do Diablo Motor e três porradas vindas do Pará: Licor de Xorume, de Ananindeua, que lançou um compacto em vinil 7 polegadas; Cérebro de Galinha, de Marabá, com um CD e a versão também digital; e Vinyl Laranja, com um álbum digital homônimo e de puro stoner rock.

 Descendo pro Sudeste e Sul, temos o álbum digital do Ladrão, banda do Rio de Janeiro que traz o baixista Formigão, do Planet Hemp, em sua formação. Já com  CD e álbum digital  aparecem os catarinenses do Somma, nome forte do rock de Joinville, e a banda paulista Mustache & Os Apaches, que lançou o disco Três, retomando as influências das jugbands, bandas acústicas por essência que tocavam um repertório de músicas tradicionais do blues, jazz, country e folk.

Série Ouro

Em 2018, a Monstro Discos também voltou a investir forte no vinil, um formato que marcou muito o início de sua história. Em parceria com o selo português Rastilho Records, o CD A Gente só se Fode! (de 2017), d’Os Cabeloduro, ganhou uma versão em vinil amarelo. E a Monstro criou ainda a Série Ouro, que pretende reeditar, sempre em vinil 180 gramas, alguns clássicos do rock independente brasileiro.

O primeiro lançamento da Série Ouro foi a obra prima A Sétima Efervescência, do genial Júpiter Maçã. Logo depois, a coleção ganhou um título, literalmente, de peso: Ties of Blood, um dos melhores discos do Korzus e uma das grandes referências do thrash metal nacional. Ainda dentro da Série Ouro, a Monstro anunciou e já abriu a pré-venda de mais um clássico do Júpiter, Uma Tarde na Fruteira, que será lançado nos primeiros dias de 2019.

É rock de todos os calibres, sotaques e estilos. Porque a Monstro é rock!

Confira abaixo a relação completa dos títulos lançados pela Monstro em 2018:

  1. Two Wolves – The Wander (SINGLE DIGITAL)
  2. O Indomável Sandoval Shakerman – Chevette Marrom (SINGLE DIGITAL)
  3. Júpiter Maça – A Sétima Efervescência (LP DUPLO)
  4. Pedrinho Grana & Os Trocados – Músicas Countris (EP DIGITAL)
  5. Cérebro de Galinha – Sociedades Secretas (CD E DIGITAL)
  6. Vinyl Laranja – Vinyl Laranja (ÁLBUM DIGITAL)
  7. Desert Crows – Loose Me (SINGLE DIGITAL)
  8. Somaa – Pressa, etc (SINGLE DIGITAL)
  9. Violins – A Era do Vacilo (CD E DIGITAL)
  10. Ovnnee (Featuring Two Wolves) – Be My Girl (SINGLE DIGITAL)
  11. Rollin’ Chamas –  Rollin’ Chamas III (CD & DIGITAL)
  12. Diablo Motor – Inflama (ÁLBUM DIGITAL)
  13. The Galo Power – Bote (ÁLBUM DIGITAL)
  14. Mundo Livre S/A – A Dança dos Não Famosos (CD)
  15. Desert Crows – Even The Devil Cries (SINGLE DIGITAL)
  16. Ladrão – Demo Cracia (EP DIGITAL)
  17. Jukebox From Hell – Deus e o Diabo Apertam as Mãos (SINGLE DIGITAL)
  18. Korzus – Ties Of Blood (LP)
  19. Licor de Xorume – Pobre Consciência Humana (COMPACTO & DIGITAL)
  20. Somaa – O Mundo Quer Te Enganar (CD E DIGITAL)
  21. Mustache & Os Apaches – Três (CD E DIGITAL)
  22. Senõres – Aqui é Chernobyl (ÁLBUM DIGITAL)
  23. Templates – Esquecer e Continuar (SINGLE DIGITAL)
  24. Os Indomáveis & Sandoval Shakerman – Na Estrada / Soul Rocker (SINGLE DIGITAL)
  25. Templates – Não Desligue o Rádio (ÁLBUM DIGITAL)
  26. Desert Crows – Skin (SINGLE DIGITAL)
  27. Blowdrivers – You Gonna Enjoy The Feeling (ÁLBUM DIGITAL)
  28. Os Cabeloduro – A Gente só se Fode!  (LP)

Sobre Leonardo Caprara

Fundador do Música e Cinema, em 2012. Jornalista e empreendedor, busca levar o melhor conteúdo para os leitores. Contato: [email protected]

Veja Também!

Tagua Tagua confirma apresentações em Porto Alegre e Canoas

Após passar por diversas cidades do Brasil e Portugal, incluindo uma grande turnê no Nordeste …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *