Estas séries vão fazer você torcer para o vilão

Quando uma série é produzida, é comum que o protagonista seja visto como o “mocinho”, um protagonista bem intencionado, que guia o público entre os episódios. Entretanto, personagens “imperfeitos” costumam atrair muito mais a atenção dos espectadores.

Algumas vezes, mesmo tendo atitudes totalmente questionáveis, personagens são tão bem escritos que, mesmo podendo ser considerados os vilões, acabam ganhando fãs. E não necessariamente, o público torce pelo sucesso do personagem, mas apenas por sua hipnótica existência.

Muitas séries conseguiram consolidar anti-heróis e vilões tão emblemáticos que estes personagens tornaram-se ícones da cultura pop, e até os dias de hoje, possuem uma grande base de fãs. Com isso, conheça agora as 8 séries que fazem você torcer para o vilão.

Spike (Buffy, a Caça-Vampiros)

Apesar da série ser repleta de vilões emblemáticos, Spike se tornou tão icônico para o universo de Buffy que chegou a receber um spin-off exclusivo, além de se tornar vital para a série principal. O personagem conquistou o público desde sua aparição na 2ª temporada.

image 1


Walter White (Breaking Bad)

Por mais que o público inicie sua jornada em Breaking Bad torcendo por Walter, cada vez mais torna-se claro os objetivos gananciosos do protagonista, os quais ele ainda tenta se convencer de serem altruístas. Ainda assim, ele continua sendo um personagem complexo do qual é impossível desviar o olhar.


Joe Goldberg (Você)

Servindo como uma crítica ao julgamento da sociedade, Joe Goldberg certamente é um personagem detestável. Afinal, trata-se de um serial killer que vem escapando impune há anos. Entretanto, sua persona interessante faz com que o público queira acompanhá-lo, mesmo torcendo por justiça.


Zuko (Avatar: A Lenda de Aang)

Mesmo não sendo o vilão central da série, é inegável que a busca por vingança de Zuko o torna um dos melhores antagonistas da história de Avatar. Mas o destino do personagem toma um rumo completamente diferente, com ele se tornando um aliado no final das contas.


Dexter Morgan (Dexter)

O personagem não é necessariamente um vilão, mas também não chega a ser um herói, considerando que ele mata outros serial killers para saciar sua sede de sangue. Ainda assim Dexter Morgan é um personagem fascinante, que faz com que o público tire suas próprias conclusões sobre a moralidade.

image 3


Hannibal Lecter (Hannibal)

O psiquiatra Hannibal Lecter é um personagem intrigante desde sua mais famosa aparição, interpretado por Anthony Hopkins. E a versão de Mads Mikkelsen não deixa a desejar, mantendo o hipnótico charme do personagem, que fez o público querer conhecê-lo ainda mais, apesar de seus atos vis.


Light Yagami (Death Note)

Em posse do perigoso caderno do demônio Ryuk, Kira, ou melhor, Light se considera um verdadeiro herói ao usá-lo para eliminar quem ele acredita que seja um criminoso ou indigno, e os meios do personagem são justamente o que o tornam tão interessante, além de seu complexo jogo contra o investigador L.


Tony Soprano (Família Soprano)

Marido e pai suburbano durante o dia e um rei violento e aterrorizante de seus domínios à noite, Tony Soprano é um personagem complexo, e o fato de a série permitir que o público o conheça profundamente em suas sessões de terapia o tornam ainda mais atraente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.