Shutter: a volta do terror asiático

Lançado em 2004 e dirigido por  Banjong Pisanthanakun e Parkpoom Wongpoom tendo como ator principal Ananda Everingham,  Shutter é com certeza um excelente e indicado filme!

Espíritos: A Morte Está ao Seu Lado (Shutter) – 2004

Sinopse Shutter: Thun (Ananda Everingham), um jovem fotógrafo, e sua namorada Jane (Natthaweeranuch Thongmee) atropelam acidentalmente uma pedestre. Eles fogem da cena do crime e retornam às suas vidas normais, em Bangkok. A partir de então Jane passa a ser atormentada por estranhos pesadelos, enquanto que Thun nota que em suas fotos aparecem estranhas figuras, parecidas com fantasmas. O casal decide investigar o fenômeno e encontra outras fotografias com imagens sobrenaturais. Paralelamente os melhores amigos de Thun começam a morrer, um a um, de forma misteriosa.

Sobre Espíritos: A Morte Está ao Seu Lado (Shutter)

Depois da volta surpreendente do cinema de horror asiático ao topo das bilheterias mundiais com o filme Ringu de 1998, o horror oriental ganhou novos motivos para investir no ramo.

O filme tailandês Shutter, de 2004 é uma obra prima do gênero da nova década!

Considerado por muitos um filme assustador, ele não fica só no rótulo de assustador. Com um belo roteiro, imagens e efeitos gráficos, será o tema de opinião de hoje.

shutter-2004-poster_asian_horror_movie

Shutter, mais conhecido no Brasil como Espíritos: A Morte Está ao Seu Lado, é um filme com roteiro impressionante e atuações de tirar o chapéu.

Com uma história enigmática e abordando temas polêmicos, o filme consegue introduzir no espectador um certo clima de desconfiança e medo ao mesmo tempo, levando-o à crer em possíveis fatos que serão revelados mais tarde no decorrer de sua história.

Com um fantasma “assustador” e um personagem enigmático, o filme vai decorrendo em sustos e revelações que fazem toda a diferença percebida na história até o momento assistido.

O final é realmente surpreendente e já desconfiado por muitos.

A coisa que mais me chamou atenção no filme, é o fato de a história ser contada através de fotografias!

Mas como assim?

É isso mesmo. O ponto criativo do filme é exatamente isso! Com um fotógrafo profissional que cobre eventos como formaturas de colegiais e de repente em uma dessas coberturas começam a aparecer certas sombras em suas fotografias,  o enigma começa a se desenrolar.

No começo não parece ser sem noção essas sombras nas fotos, mas, com o decorrer do longa, os locais de onde são tiradas e as sombras aparecidas, vão se encaixando e desenvolvendo um grande mistério que como já disse,   possui um grande desfecho!

Por se tratar de um filme de horror, ele surpreendeu muitos e desenvolveu um novo tipo de gênero. Como existe o tipo “gravações perdidas” , eu o coloco como “imagens achadas” ou como um “imagens projetadas ou destinadas” enfim, uma ótima  obra do cinema oriental!

Com notas acima da média avaliada por muitos críticos, esse é um filme bastante recomendado pra quem gosta de suspense e horror!

Sobre Igor Nascimento

Guitarrista e fã de cinema, música, arquitetura, ou seja, fã de arte em geral... tenho como objetivo postar matérias sobre filmes e músicas de qualidade seja eles(a) antigos ou não!

Veja Também!

a-chegada2

A Chegada: filme sobre aliens deixa lições para os humanos

É curioso que um dos sons mais agoniantes seja o do silêncio. Simon & Garfunkel já …

5 Comentários

  1. Excelente postagem!!
    Esse filme é mesmo um clássico. Indispensável pra qm curte o estilo ou não..

  2. Ana Cláudia Fortunato

    Adorei! Tá ai uma ótima indicação de filme de terror… Um dos meus favoritos!

  3. O filme é ótimo!

  4. Siiim, baita filme! Já vi muitos filmes de terror oriental, mas esse é meu preferido!

  5. Ok, Bora ver a versão Tailandesa então…… #Partiu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *