Entrevista com Ron “Bumblefoot” Thal

Ron “Bumblefoot” Thal é um dos guitarristas do Guns N’ Roses e foi entrevistado com exclusividade pelo Música e Cinema, onde pode falar sobre sua entrada na famosa banda, sobre sua carreira solo, inspirações musicais e tudo mais que envolve este grande e simpático guitarrista.

Ron “Bumblefoot” Thal

Nascido no dia 25 de setembro do ano de 1969 (hoje com 43 anos) o famoso Ron Thal acumula discos de sua autoria e a cada dia conquista mais fãs em suas turnês com o Guns N’ Roses, formando grande dupla com Axl Rose em músicas como Don’t Cry.

Entrevista Bumblefoot

Bumblefoot começou cedo na música, porem seu primeiro álbum saiu apenas em 1995, intitulado “The Adventures of Bumblefoot” e após este mais 19 gravações vieram, com a banda Guns N’ Roses ajudou no Chinese Democracy.

Entrou para o Guns N’ Roses em 2006 e de lá pra cá conquistou o coração dos fãs, sempre com muita simpatia e talento.

Bumblefoot nos atendeu muito bem e aceitou com empolgação responder nossas perguntas.

Entrevista com Ron “Bumblefoot” Thal

Leonardo Caprara: Ron, quais suas expectativas para este ano, planeja algo solo?

Bumblefoot: GNR tem alguns shows marcados nos EUA e eu vou fazer shows mais acústicos com Tony Harnell – nosso álbum será liberado em breve. Chris Pitman, Frank Ferrer e eu temos uma banda chamada “Blowout”, tocamos música eletrônica misturada com rock clássico, guitarra ao vivo e tambores. Eu gostaria de fazer mais workshops de guitarra, e gostaria de fazer alguma música nova instrumental.

Leonardo Caprara: Com o Guns N’ Roses, qual o planejamento para o ano?

Bumblefoot: GNR tem alguns shows marcados nos EUA. É o que temos confirmado até agora.

Leonardo Caprara: Qual a emoção de entrar no Guns N’ Roses?

Bumblefoot: Foram circunstâncias estranhas. Muito estranhas. Mas o sentimento foi normal, fazendo o que eu amo.

Leonardo Caprara: Como foi o convite para entrar na banda e quem o fez?

Bumblefoot: Foi em 2004, quando começamos a conversar, mas somente em 2006 que a GNR teve uma turnê e estava pronto para seguir em frente.

Leonardo Caprara: Porque qual motivo você acha que alguns fãs não aceitam o Chinese Democracy?

Bumblefoot: Não dá para agradar a todos.

Leonardo Caprara: Sei que essa pergunta já se torna repetitiva, mas existe possibilidade de um novo álbum? Se sim, a sonoridade será semelhante ao Chinese Democracy ou qualquer outro álbum da banda?

Bumblefoot: Qualquer coisa é possível. Estou pronto a qualquer momento.

Leonardo Caprara: Quando começou sua carreira, esperava chegar ao patamar que chegou?

Bumblefoot: Eu tinha 6 anos de idade, eu ouvi o KISS Alive! Álbum. Quando eu tinha 5 anos, imediatamente soube que queria ser músico. Logo depois que eu comecei a estudar música e aprender a tocar guitarra, escrever músicas, tinha uma banda, fazendo shows, fazendo demos, e nunca mais parou …

Leonardo Caprara: Quais suas maiores influencias musicais?

Bumblefoot: Rock clássico, Rock anos 60, punk, old-school metal, rock progressivo… ahhh posso fazer uma lista com 1000 bandas… também gosto de jazz, música clássica e muitos outros estilos de diferentes partes do mundo.

Leonardo Caprara: Cite 3 guitarristas e 3 vocalistas que gosta:

Bumblefoot: Guitarristas – Eddie Van Halen, Jimi Hendrix, Brian May.  Vocalistas – Eric Adams (Manowar), Tony Harnell (TNT), Rob Halford (Judas Priest).

Leonardo Caprara: Quando não está no palco o que gosta de fazer?

Bumblefoot: Quando não estou no palco, estou no estúdio, criando… é o que mais gosto de fazer.

Leonardo Caprara: quão gratificante é estar ativo na internet (redes sociais) e ver a admiração dos fãs e ter a interação dos mesmos?

Bumblefoot: É divertido! Eu gostaria de ter conversado com os membros das minhas bandas favoritas quando era criança. A gente vive em bons tempos.

Leonardo Caprara: Além de você e Axl, quem mais compõe dentro do grupo?

Bumblefoot: Todos na banda compõem. E são bons.

Leonardo Caprara: Como é a convivência de dia a dia com Axl Rose?

Bumblefoot: É boa, muitas piadas e “zoera”

Leonardo Caprara: Muitas pessoas falam que a banda tem um ambiente de desunião, já outras falam em um grupo unido, então deixe um parecer de como é a interação e união do grupo e seus integrantes nas longas turnês?

Bumblefoot: Pessoas que sabem pouco costumam ser as que têm opinião mais fortes. Todos os membros da banda são muito chegados, como poderia não ser?

Leonardo Caprara: Quais as músicas que você mais gosta de tocar?

Bumblefoot: Rock e metal, claro. Mas também acústico, jazz, funk, diferentes tipos de músicas étnicas.

Leonardo Caprara: Existe alguma música de Axl Rose que você gostaria de executar em algum show e ainda não teve a oportunidade?

Bumblefoot: Eu gosto de músicas rápidas, como Perfect Crime, gostaria de tocar essa. Não me importaria de tocar Scraped & Shackler’s nos shows também.

Leonardo Caprara: Qual a influencia que o Guns N’ Roses tem em sua carreira solo?

Bumblefoot: É como tentar fazer malabarismo em uma fuga de montanha-russa (risos). Fazer minha própria música, meus próprios shows, ensinar, produzir, escrever para TV e filmes, ser convidado para tocar com outros, caridade… Tem sido um desafio difícil fazer tudo.

Leonardo Caprara: Pretende em algum momento dar mais importância a seus trabalhos solos?

Bumblefoot: Se tiver tempo, sim. Tempo é uma coisa que não tenho tempo suficiente.

Leonardo Caprara: O que você acha dos shows no Brasil e do público brasileiro?

Bumblefoot: Algumas das multidões mais amorosas que você sempre verá … Foi ótimo voltar ao Brasil em fevereiro com Blowout, tivemos um tempo fantástico em Florianópolis! Espero que possamos fazer mais shows em todo Brasil 🙂

Leonardo Caprara: Existe a possibilidade de mais shows no Brasil em breve?

Bumblefoot: Qualquer coisa é possível, veremos o que ocorre.

Leonardo Caprara: Você é muito simpático com os fãs, sai de hotel, conversa com eles, faz shows até mesmo em calçadas só para agradá-los, essa paixão que eles passam a você é quão gratificante?

Bumblefoot: Conexão é tudo 🙂

Leonardo Caprara: Para finalizar, deixe um recado aos leitores do Música e Cinema:

Bumblefoot: Muito obrigado pelo seu tempo, por ler isto. Espero vê-los todos vocês em breve! Com GNR, Blowout, Tony Harnell ou show solo. Amo vocês!!

Encontre-nos no Facebook!

Pink Panter Theme – Ron “Bumblefoot” Thal

Créditos da tradução: Victor Palandi    Acesse: http://victorpalandi.com/

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

Danilo Gentili, Carlos Villagrán e Fabrícrio Bittar

Filme: Danilo Gentili fala sobre produção, Carlos Villagrán e trilha sonora

Lançado em 2009, o livro “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola” ganhará sua …

14 Comentários

  1. funk… parei de ler nisso ai…. como pode cara…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *