Lino, Sexy & Brutal: A pancada ao vivo do Lobão Elétrico

Já fazem quase três anos da gravação do CD e DVD “Lino, Sexy & Brutal” da turnê Lobão Elétrico, uma das mais consagradas da carreira do músico. Mesmo tendo acompanhado as notícias e o lançamento na época, senti que só agora seria o momento correto de comentar algo sobre este trabalho, após anos escutando e formulando uma opinião concreta sobre o assunto.

Em questão de produção, o lançamento dispensa comentários, tendo direção do próprio Lobão, acompanhado de Rui Mendes e Chris Winter. A idealização é de responsabilidade da Universo Paralelo, tendo mixagem por Maurício Cersosimo e masterização do famoso estúdio inglês Abbey Road. Por fim, a distribuição ficou por conta da Deckdisc.

DVD Ao Vivo: Lobão sendo Lobão!

Tratando-se do Música e Cinema, vamos dar um enfoque maior no DVD, na combinação de som e imagem, que aliás ficou espetacular!

O DVD “Lino, Sexy & Brutal” é inclusive mais completo que o CD, contendo seis músicas a mais, incluindo grandes clássicos como “Me Chama” e “Vida Bandida”. A gravação foi em outubro de 2011, em show marcante no Citibank Hall (SP).

A atmosfera criada por Lobão é provavelmente a mais rock n’ roll da carreira do músico, numa figura agressiva e de total comprometimento com o som da guitarra elétrica, algo que o próprio músico já considerou de total importância, afirmando que não existe nada mais subversivo na música do que o uso da guitarra elétrica atualmente.

Lobão Lino, Sexy & Brutal
Lino, Sexy & Brutal!

O repertório é uma escolha muito interessante também, onde Lobão concentrou grande demanda de músicas atuais, passando fortemente nos últimos discos e conseguindo mesclar isso com clássicos dos anos oitenta. Tanto nas músicas mais recentes quanto nas mais antigas, a sonoridade obtida foi totalmente nova e finalmente do jeito que Lobão sempre sonhou, onde o próprio pode participar como maestro da obra.

A abertura do espetáculo fica com a bem estruturada canção chamada “Não Quero o Seu Perdão“, com Lobão assumindo apenas os vocais, acompanhado de André Caccia Bava na guitarra, Dudinha Lima no baixo e Armando Cardoso na bateria. Uma música muito bem escolhida para a abertura, com um tom mais dantesco e uma pegada que mostrou a valorização total da guitarra elétrica no show.

Lobão e sua potencia na guitarra
Lobão e sua potencia na guitarra

Logo chegaram clássicos adaptados para esta nova fase, onde músicas como “Bambina”, “Decadence Avec Elegance” e “El Desdichado II” deram um ritmo especial ao show, que na parti inicial (para o CD) ainda passou por momentos emocionantes, como na música “Das Tripas, Coração”, música composta para os grandes amigos Cazuza, Ezequiel Neves e Júlio Barroso, já falecidos e que contam com total admiração e amizade eterna de Lobão.

Um dos momentos também especiais da noite for a participação do guitarrista Carlini, ex-guitarrista de Rita Lee e que participou no cover “Ovelha Negra“, uma música que se encaixou perfeitamente no contexto e ficou muito bem na voz de Lobão. Carlini seguiu no show e participou de muitas outras faixas do DVD.

Lobão e Carlini
Lobão e Carlini

O show disponível no CD se encerra na décima terceira faixa, com a ressurreição de “O Rock Errou”, faixa por sinal muito interessante. Ao final, Lobão agradece dizendo “Foi Lino, sexy & brutal!”.

Após isso, retorna e executa mais seis faixas disponíveis exclusivamente no DVD, são elas: “Essa Noite, Não”, “Me Chama”, “Rádio Blá (blá, blá , blá…eu te amo)”, “Corações Psicodélicos”, “Vida Bandida” e “Por Tudo Que For”.

Neste “gran finale”, Lobão executa alguns de seus maiores clássicos e consegue empolgar novamente o público, dando o encerramento ideal para seu espetáculo. Destacam-se principalmente “Me Chama” e “Vida Bandida”, executadas com total emoção.

Lobão Power Trio

Atualmente, Lobão executa seus shows com um potente power trio, após a saída do guitarrista Andre Caccia Bava. No DVD, já mostrou toda sua potencia como guitarrista, onde não é um especialista, mas onde desfila muita inteligência, sabendo usar muito bem suas guitarras, aliás, foram seis guitarras utilizadas e abusando de efeitos com a alavanca, algo que dá um tom totalmente especial a apresentação.

No power trio, podemos ver músicas de um lado diferente da carreira e uma execução diferente, portanto posso afirmar que um DVD nesta nova formação ficaria muito interessante também.

Lobão – Bambina

Lobão – Das Tripas Coração

Lobão – Ovelha Negra

Lobão – Me Chama

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

charly-coombes_02

Charly Coombes aterrissa na Terra e lança o single “Return to Earth”

“Return to Earth” não é um single comum, é um rito de passagem. O inglês …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *