A verdadeira história de O Massacre da Serra Elétrica

Quando se fala em O Massacre da Serra Elétrica, muitas pessoas tem dúvidas quanto a real existência do assassino Leatherface. Na verdade, a inspiração vem de outro assassino, o Ed Gein, que também influenciou outros produtores, como o livro que deu vida ao filme Psicose, de Alfred Hitchcock.

A verdadeira história O Massacre da Serra Elétrica (Ed Gein):

Ed Gein foi o assassino que inspirou a criação do Leatherface. Ele nasceu no dia 27 de agosto de 1906, em La Crosse (EUA), no estado do Wisconsin. Sua infância foi complicada, muito devido ao comportamento de sua mãe, extremamente protetora e ligada ao catolicismo. Seu pai não era figura muito presente, não tendo bom relacionamento com a mãe. No colégio, também tinha dificuldades, principalmente pela má relação com os colegas, afetada pelo comportamento afeminado de Gein.

Seu pai morreu em 1940, sua mãe em 1945. O irmão de Ed Gein morreu durante um incêndio. Ed conduziu as autoridades direto ao corpo, sendo que posteriormente foi comprovado que a causa da morte foi asfixia.

Assim ficou morando sozinho e seu interesse pela morte e ocultismo subindo a cada dia mais.

O Massacre da Serra Elétrica
Leatherface

A procura e a prisão de Ed Gein

Gein era procurado pela morte de Bernica Worden. Ainda como suspeito, em novembro de 1957, foi encontrado em sua casa, em que também estava o corpo da mulher. Worden foi decapitada e teve o corpo suspenso, além de diversas mutilações. Os cortes eram semelhantes aos utilizados por caçadores após capturas.

O Massacre da Serra Elétrica verdadeira história
Ed Gein

Na sua propriedade, foram encontradas partes de corpos, como crânios, pele, peitos, coração, pele de rosto, lábios e cabeças.

Com essas partes removidas ele fazia diversos utensílios, também desenterrava cadáveres que pareciam com sua mãe para tentar simular a presença dela.

Surgiu s suspeita de ele ter tido relações sexuais com esses cadáveres, mas Gein afirmou que cheiravam muito mal para tal ato. Também vestia-se de mulher tentando simular a presença de sua mãe. Isso é mostrado muito bem na obra-prima de Alfred Hitchcock “Psicose”, em que o personagem (também inspirado em Ed) comete alguns assassinatos enquanto simulava a presença de sua mãe e mantinha um cadáver em casa, na tentativa de sempre recriar a presença de sua mãe.

Mentalmente incapaz

Ed durante seu julgamento foi considerado mentalmente incapaz e logo após isso enviado para um hospital psiquiátrico. No ano de 1969 os médicos o consideraram preparado para um julgamento convencional. Seu nível de sanidade já estava maior. Foi julgado como inocente devido a sua condição mental e passou o resto de sua vida em hospitais psiquiátricos.

Ed permaneceu neste estado até 26 de julho de 1984, quando morreu de parada cardíaca e respiratória em decorrência de um câncer. Deixou para trás um legado de terror, mortes e atrocidades.

E para você que não sabia, esta é a verdadeira história do filme O Massacre da Serra Elétrica, além de ter servido como referência para muitas outras produções cinematográficas.

Mais verdadeiras histórias

Temos uma lista com histórias verdadeiras (que inspiraram filmes). Boa parte dos filmes de terror, por incrível que pareça, são construídos através de relatos reais.

A verdadeira história de O Exorcismo de Emily Rose

A verdadeira história de O Exorcista

A verdadeira história de Sempre ao Seu Lado

A verdadeira história de À Procura da Felicidade

Veja também! Filmes de terror na Netflix

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

Crítica | Annabelle 2 – É bom? Devo assistir?

Um dos principais lançamentos de terror de 2017, “Annabelle 2 – A Criação do Mal” …

17 Comentários

  1. Quem fez a traduçao do nome desse filme para o Portugues é uma anta jurassica, Ele usa uma Motoserra e nao uma serra eletrica.Imaginem a cena” ele correndo atras da vitima e o fio da serra eletrica se solta da tomada” rsrsrrsrsrsrsrsr

  2. eu gostei de ler a tua postagem

  3. Aqui no BRASIUL ele seria apenas mais um, e não seria preso nêm condenado.

  4. elisa cruz mendonça

    Todos os filmes ”o massacre da serra eletrica”são ótimos.

  5. Queria saber pq serra eletrica se o ed naim usava serra e no final do filme o massacre da serra eletrica o inicio o narrador fala sobre a familia hewitt e q ele assasinaram 32 pessoas no estado do texas e no filme anterior tem uma cena verdadeira gravada pela policia da quela epoca falando q o caso esta aberto ate hoje e q nunca encontraram thommas hewitt conhecido por letherface por usar uma mascara de rosto humano.favor me responder

    • Leonardo, se trata de um filme e por isso existem mudanças na história original e sim foi baseado na história de Ed.

    • é verdade foi a mesma pergunta que me fiz… no primeiro ele mostra ate as marcas de unhas na parede que as vitimas teriam feito, mostraram essa parte dizendo que eram imagens reais. Então não eram?!

  6. na verdade Leonardo, cada filme conta alguma coisa diferente neh, por isso que às vezes a gente fica meio perdido, se perguntando, mas não era aquilo?? no outro filme não tinha falado outra coisa?
    Cada filme conta a história do seu jeito, só que eles procuram manter o foco principal, que é a parte que um psicopato sai correndo atrás das pessoas com uma serra elétrica, por tanto, há um série se filmes do massacre da serra elétrica, só q cada um conta a sua história, mas não deixa de falar do psicopata com serra rss
    espero que eu tenha esclarecido a sua dúvida.

  7. Na verdade o massacre do texas foi veridico so que o filme misturou as historia com a de ed

  8. Nossa…vai saber SE foi real ou ñ…SE é baseado ou ñ a historia em qual historia aff…nunk se amais se meta numa roubada tipo pareçida ja ta bom d+ é só msm no CINEMAsab…bem…desd q nunk agente algum dia se meta numa roubada tipo parecida…ta bom msm é só no CINEMA kkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *