Hurt: Um dos melhores e mais tristes clipes da história

Johnny Cash deixou em seus últimos momentos um dos grandes trabalhos de sua vida, que foram tantos, em uma das carreiras mais ricas da história da música. Hurt, é uma regravação da banda Nine Inch Nails, escrita pelo vocalista da banda,  Trent Reznor. Lançada no álbum “American IV: The Man Comes Around”, um álbum constituído basicamente por covers, onde o grande destaque fica para o clipe da faixa Hurt, incorporada brilhantemente por Johnny Cash, numa obra magnífica, dirigida por Mark Romanek, onde o vocalista do Nine Inch Nails afirma “A música pertence a Johnny Cash agora”.

Música Hurt – Nine Inch Nails/Johnny Cash

Hurt foi lançada pela banda Nine Inch Nails, no ano de 1994, em álbum chamado “The Downward Spiral”. Sendo também um dos grandes sucessos da banda liderada por Trent Reznor. Com a proposta inicial de um cover de Johnny Cash, Reznor confessou que ficou receoso e aceitou por um pouco de pressão.

Clipe Hurt – Johnny Cash

Hurt apareceu noo álbum “American IV: The Man Comes Around”, que é um lançamento constituído basicamente por regravações de canções antigas e covers. Mesmo não sendo Hurt uma canção composta por Johnny, ela encaixou-se perfeitamente no contexto da vida do cantor, talvez tenha sido este mesmo o motivo pela escolha da música e pela opção de se fazer um videoclipe tão bem estruturado para tal.

Hurt, em português, Dor, é um mergulho profundo num mundo de depressão e reflexão, onde existe a procura por sentidos para a vida, onde existe a busca por algum sentimento, mesmo que seja algo como a dor. Cash perdeu seu irmão de maneira muito dolorosa, sofreu com o vício em algumas substâncias muito fortes e carregou isso consigo durante  toda a vida, algo que também fica nas entrelinhas da música.

Outro detalhe interessante, gira entorno da saudade de velhos amigos, que simplesmente saíram de sua vida e que deixaram muita saudade, como no trecho:

“What have I become, my sweetest friend? Everyone I know goes away, In the end” (O que me tornei, minha mais doce amiga? Todos que eu conheço vão embora, No final)

No clipe, brilhantemente dirigido por Mark Romanek, vemos Cash em sua casa, no que chama de império de dor, juntamente com flashbacks do passado, com imagens suas e de sua esposa, num olhar nostálgico a outros tempos e também reflexivo, muito bem expresso na composição de Trent:

“And you could have it all, My empire of dirt, I will let you down, I will make you hurt” (E você poderia ter tudo isso, Meu império de sujeira, Vou te desapontar, Eu farei você sofrer).

Um final digno para Cash

Após este grande sucesso, Johnny Cash teve algumas complicações ligadas a diabetes, além de perder sua querida esposa, June Carter, que faleceu após uma cirurgia cardíaca, no dia 15 de maio de 2003.  Em 12 de setembro de 2003, Johnny Cash faleceu no Hospital de Nashville (Tennessee), juntando-se a sua querida esposa e deixando um gigantesco legado e um abismo de dor nos seus fãs e na música mundial.

Hurt - Johnny Cash (videoclipe)
Cena do videoclipe oficial

Hurt e o álbum “American IV: The Man Comes Around” foram a saída de honra de Johnny Cash, uma saída e altura, deixando uma história gigantesca e seu nome gravado como um dos maiores ícones musicais de todos os tempos. Hurt foi um dos videoclipes de maior sucesso na história, vencendo na categoria de melhor fotografia no Video Music Awards, ganhando o Grammy de melhor videoclipe em 2004 e em 2011, sendo eleito pela Billboard como o melhor videoclipe de todos os tempos.

Fica do Música e Cinema, um muito obrigado ao grande Johnny Cash! Fique agora com Hurt:

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

charly-coombes_02

Charly Coombes aterrissa na Terra e lança o single “Return to Earth”

“Return to Earth” não é um single comum, é um rito de passagem. O inglês …

2 Comentários

  1. Hurt é foda, o Eddie Vedder gravou e ficou absolutamente soberba!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *