Engenheiros do Hawai: Era Um Garoto Que Como Eu, clipe e história da música

Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones é uma música da banda Os Incríveis dos anos 60 que foi regravada pelo Engenheiros do Hawai em 1990 para o álbum O Papa é Pop, o maior sucesso da história da banda o álbum conseguiu passar das 400 mil vendas.

História da música

A música consegue tocar qualquer que seja a geração, mesmo sendo dos anos 60 ela continua atual até hoje, mostrando dois dos maiores ícones do rock, que são os Beatles e os Rolling Stones.

“Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones” é uma canção de rock brasileira gravada em 1967 pela banda Os Incríveis presente no álbum Para os Jovens Que Amam os Beatles, os Rolling Stones e… Os Incríveis, a canção é a versão em português escrita por Brancato Jr. (na época empresário da banda)[1] da canção italiana C’era un ragazzo che come me amava i Beatles e i Rolling Stones de Gianni Morandi e Franco Migliacci de 1966[2]. A canção falava de um jovem guitarrista que teria sido convocado para a Guerra do Vietnã. Em 1990, ganhou uma versão cover da Engenheiros do Hawaii, presente no álbum O Papa É Pop[3], a banda KLB também regravou a canção em seu álbum de estúdio: KLB Bandas. (Wikipédia)

Sobre Engenheiros do Hawai

A banda Engenheiros do Hawaii foi formada por quatro estudantes da Faculdade de Arquitetura e Engenharia da UFRGS (Rio Grande do Sul) – Humberto Gessinger (vocal e guitarra), Carlos Stein (guitarra), Marcelo Pitz (baixo) e Carlos Maltz (bateria) – resolveram formar uma banda apenas para uma apresentação em um festival da faculdade, que aconteceria por protesto à paralisação de aulas.

O nome da banda surgiu para satirizar os estudantes de engenharia que andavam com bermudas de surfista, com quem tinham uma certa rixa, mas o sucesso foi tão grande que começaram a surgir propostas para shows. Dois anos depois, em 1986 os Engenheiros do Hawaii gravam o seu primeiro álbum: Longe Demais das Capitais. O norte musical do disco apontava para um som voltado à música pop, muito próximo ao ska de bandas como o The Police e Os Paralamas do Sucesso. (Wikipédia).

Os arranjos musicais são influenciados pelo rock dos anos 60, as letras são críticas, com ocorrência de várias antíteses e paradoxos e aparecem citações literárias de filósofos, como Albert Camus e Jean-Paul Sartre. Destaque para os hits “Infinita Highway”, “Terra de Gigantes”, “Refrão de Bolero”. (Wikipédia)

A banda Engenheiros do Hawaii causou muitas polêmicas chegando mesmo a ser taxada de elitista e fascista pelo conteúdo de suas letras.

A banda gravou 18 álbuns, sua ultima turnê terminou em 2008 e junto com ela encerram temporariamente, as atividades dos Engenheiros do Hawaii. O vocalista e líder da banda, Humberto Gessinger declarou no site oficial da banda que os planos de retorno da banda são somente no ano de 2013.

Em 2010, a revista Bilboard, que é especializada em informações sobre a indústria da musica e também conhecida como a Bíblia da música, considerou a banda com as letras mais inteligentes do mundo, desbancando grandes nomes da música mundial como Bob Dylan, Freddy Mercury e Led Zeppelin.

Humberto Gessinger é o único componente original a continuar na banda, confira mais no site oficial.

engenheiros

Letra da música Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones

Vamos entender o que está sendo cantado?

Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones

Era um garoto
Que como eu
Amava os Beatles
E os Rolling Stones..

Girava o mundo
Sempre a cantar
As coisas lindas
Da América…

Não era belo
Mas mesmo assim
Havia mil garotas à fim
Cantava Help
And Ticket To Ride,
Oh! Lady Jane and Yesterday…

Cantava viva, à liberdade
Mas uma carta sem esperar
Da sua guitarra, o separou
Fora chamado na América…

Stop! Com Rolling Stones
Stop! Com Beatles songs
Mandado foi ao Vietnã
Lutar com vietcongs…

Ratá-tá tá tá…
Tatá-rá tá tá…
Ratá-tá tá tá…
Tatá-rá tá tá…
Ratá-tá tá tá…
Tatá-rá tá tá…
Ratá-tá tá tá…

Era um garoto
Que como eu!
Amava os Beatles
E os Rolling Stones
Girava o mundo
Mas acabou!
Fazendo a guerra
No Vietnã…

Cabelos longos
Não usa mais
Nem toca a sua
Guitarra e sim
Um instrumento
Que sempre dá
A mesma nota
Ra-tá-tá-tá…

Não tem amigos
Nem vê garotas
Só gente morta
Caindo ao chão
Ao seu país
Não voltará
Pois está morto
No Vietnã…

Stop! Com Rolling Stones
Stop! Com Beatles songs
No peito um coração não há
Mas duas medalhas sim….

Ratá-tá tá tá…
Tatá-rá tá tá…
Ratá-tá tá tá…
Tatá-rá tá tá…
Ratá-tá tá tá…
Tatá-rá tá tá…
Ratá-tá tá tá…

Ra-tá-tá tá-tá …
Ra-tá-tá tá-tá …

Clipe Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones

Deixe uma resposta