Sapatos Bicolores lança novos singles após 8 anos sem gravar

Uma das bandas mais ativas do cenário independente dos anos 2000, o trio brasiliense Sapatos Bicolores, volta a gravar músicas inéditas depois de 8 anos longe dos estúdios. Até para eles, uma hora a maturidade chega. Esse foi o processo contínuo pelo qual André, PC e Guigo (que entrou na banda em 2010) passaram, pessoalmente e musicalmente, nesse ínterim de registros.

Entre filhos, casamentos e separações, a atividade musical foi sendo resignificada por meio da prática e do entrosamento. Assim, se a banda não deixou para trás o rockabilly, marca registrada do primeiro disco, é inegável a influência, na mesma medida, do rock contemporâneo, seja ele mais stoner, psicodélico ou alt country.

O resultado dessa nova fase do grupo será apresentado em Tempo de Enlouquecer, o mais diverso disco dos Sapatos Bicolores. Mas duas canções já podem ser ouvidas nas plataformas digitais. Roxy Valley conta a triste história de um cachorro da mesma “marca”, que padece, angustiado, na solidão do encarceramento doméstico. Não é fácil ver o mundo passar em frente ao seu focinho recortado por grades frias de um portão.

Roxy Drama canta, sem palavras, um pouco da melancolia infinita dessa mesma jornada. Da mesma forma que a agonia, tudo se repete, mas às vezes mais lento ou enlouquecedor.

Ouça no:
(Spotify) http://spoti.fi/2rM956l
(Deezer) http://bit.ly/2tIOaxA
Compre no:
(iTunes) http://apple.co/2sm9Vp5
(Amazon) http://amzn.to/2slHCHe
(Google Play) http://bit.ly/2rLNSJU

Informações: Monstro Discos

Veja também! Filmes de terror na Netflix

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

O interessante Atlas e o seu pêndulo na verdade sobre o não dito

Você sabe quem é Atlas Bartholomeu? Se ainda não conhece essa figura, com certeza se interessará …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *