Sangue Quente vai levar romance zumbi aos cinemas

O filme Sangue Quente (com estreia prevista para 1 de fevereiro) está trazendo um novo e improvável modelo de romance, neste filme que se passa em um cenário quase apocalíptico após a infecção de um vírus zumbi.

Sangue Quente (Cold Body)

Na trama o zumbi chamado R (Nicholas Hoult) um morto vivo que “vive” em crise de existência e sempre se diferenciando dos outros, por não se considerar um morto vivo qualquer, por ter uma digamos consciência do que faz, durante uma saída noturna faz um homem de vítima e depois faz amizade com a namorada dele, por quem se apaixona e vive um romance.

Após isso é notada mudança até em outros zumbis, “contagiados pelo amor” começam a ter sentimentos humanos.

O filme é cheio de humor e tenta fazer uma sátira de filmes zumbis estruturando um romance, o roteiro Jonathan Levine e a história é adaptação de um livro de Isaac Marion.

Trailer Sangue Quente (Cold Body):

 

 

Opinião:

O filme tenta fazer algo novo, mas com certeza entra em uma área perigosa, tentando mudar a essência dos zumbis, eternizados por George Romero em A noite dos Mortos Vivos (Night Of The Living Dead), seria algo parecido com o que foi feito com os vampiros (prováveis filhos de Drácula, obra de Bram Stoker) quando foram colocados como seres sentimentais e amorosos na saga sucesso adolescente Crepúsculo.

Talvez o único diferencial seja o humor que vai estar muito presente, mas a expectativa tenho que admitir não é nada positiva principalmente entre os fãs de terror e principalmente de zumbis.

Este foi o primeiro artigo do novo site Música e Cinema, contamos com vocês para levar esse portal ao sucesso, então se você gosta de música e cinema, não deixe de curtir nossa página no Facebook!

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

a-chegada2

A Chegada: filme sobre aliens deixa lições para os humanos

É curioso que um dos sons mais agoniantes seja o do silêncio. Simon & Garfunkel já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *