O Massacre do Microondas: Um trash totalmente absurdo

O Massacre Do Microondas é um filme trash, dirigido por Wayne Berwick, lançado em 1983, na década mais famosa do cinema trash, tendo como protagonista Al Troupe (tanto o diretor como o ator nunca saíram do mercado underground), numa história totalmente sem noção.

Como filme O Massacre do Microondas é curioso, tem atuações e enredo totalmente caricatos, com algumas atuações ainda sendo razoavelmente boas na medida do possível, porém isso não torna o filme desprezível, devido ao conjunto totalmente trash em que ele está envolvido, onde uma história sem noção, absurda e “sangrenta” consegue ao mesmo tempo ser cômica e alarmante.

O Massacre do Microondas (Microwave Massacre) – 1983

Sinopse: Philip é um homem trabalhador, com uma rotina bem estabelecida, seguindo sempre de casa para o trabalho e do trabalho para seu refúgio que é um bar e depois retorna para casa. Essa rotina seria tranquila, não fosse os péssimos dotes culinários de sua impertinente mulher, até que um dia Philip decide assassinar sua mulher por ela cozinhar mal.

O Massacre do Microondas

O Massacre do Microondas é daqueles filmes totalmente sem noção, onde nenhuma justificativa pode ser dada, onde a temática é totalmente trash, com o protagonista assassinando a mulher pelo fato dela não cozinhar bem (além de tratá-lo rudemente), após a morte, esquarteja a mulher (com efeitos especiais baratos) e após provar um pedaço de seu braço, descobre que o gosto é maravilhoso e passa a assassinar mulheres pelo simples fato de matá-las e depois incluí-las no jantar.

Outro fator a destacar, é que o protagonista só começa a ter algum prazer sexual com as mulheres que leva para sua casa (geralmente prostitutas), após idealizar a morte das mesmas e durante o ato cometer o assassinato e logo após já armazená-las no seu freezer humano pessoal.

O Massacre do Microondas mortes
Philip se prepara para matar a segunda vítima

Durante os anos 80 e 90 o trash teve sua acensão e O Massacre do Microondas é um daqueles filmes que se inclui bem para essa onde trash. Os efeitos especiais são simples, as atuações horrendas e a história em geral, que tinha o intuito de chocar, acaba tornando-se um grande humor negro e realmente divertindo o telespectador.

Não temos como indicar uma grande direção, uma grande atuação e muito menos uma grande fotografia, por exemplo. No entanto, pode-se destacar uma boa trilha sonora, nada fantástico, apenas um trabalho razoável que conseguiu se destacar nesse circo de horror e humor de baixo orçamento.

Filme bom, filme ruim ou filme trash?

Este é um filme que não pode ser caracterizado nem como filme ruim nem como filme bom, apenas como um filme trash, que atingiu seus objetivos e não decepciona dentro do que é proposto, o problema é justamente o que é proposta, que restringe o filme para o gosto de um grupo seleto de pessoas.

o massacre do microondas 3
Amigos encontram membros no microondas de Philip

Caso tenha ficado alguma dúvida entorno do que é um filme trash, recomendamos nosso artigo (link abaixo) que explica em detalhes do que se trata esse famoso sub-gênero do terror, conhecido mundialmente por filmes como Evil Dead e Fome Animal.

Influência de O Massacre da Serra-Elétrica

O grande clássico O Massacre da Serra-Elétrica, abriu espaço para muitos outros lançamentos (muitos trash) no cinema, onde seguem até mesmo o padrão de título, só mudando a forma de ataque, assim como O Massacre do Microondas, temos por exemplo O Massacre da Máquina de Pregos. (lembrando que nos Estados Unidos, O Massacre da Serra-Elétrica chama-se The Texas Chainsaw Massacre)

No terror isso é muito comum, onde temos diversas franquias que abrem um nicho gigantesco para muitas outras e influenciam diversos filmes, chegando no ponto que até torna-se cansativo, isso principalmente no trash e mais especificamente no slasher, dois nichos bem fechados.

Conheça os filmes de Zé do Caixão
Conheça a franquia Psicose
Conheça a franquia Rambo
Conheça a franquia Herbie
Conheça a franquia A Hora do Pesadelo
Conheça a franquia Sexta-feira 13

Consideração: Não tentamos fazer nenhuma comparação profunda entre os dois filmes, apenas levantamos questões de um segmento.

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

Ash vs Evil Dead

Raimi revela problema com direitos autorais após mudança em Ash vs Evil Dead

Criador da franquia, o diretor Sam Raimi revelou o motivo de algumas mudanças que estão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *