Nervosa: “Victim of Yourself” (resenha)

Introdução

             O power trio feminino de Thrash Metal Nervosa foi fundado em 2010 na cidade de São Paulo. Atualmente formado por Prika Amaral (guitarra), Fernanda Lira (baixo e vocal) e Pitchu Ferraz (bateria), a banda vem obtendo bastante sucesso em sua recente turnê pelo Brasil, com shows concorridos nos principais festivais underground do país.

Em 2012 as moças lançaram seu primeiro material – uma demo com três faixas – lançado em cd de forma independente no Brasil. No exterior, o material foi lançado pela Napalm Records e Nuclear Blast em vinil colorido.

Mediante o sucesso obtido, já era hora de pensar no primeiro full lenght, o que veio a se concretizar no início deste ano. Com lançamento previsto para o mês de março, inclusive aqui no Brasil, Victims of Yourself vem causando muita expectativa nos fãs e na própria banda. Novamente com distribuição mundial pela Napalm (no Brasil pela Diehard), o novo disco promete abalar os alicerces e rachar as paredes do underground nacional e mundial.

Nervosa (da esq. pra dir.): Pitchu Ferraz (bateria), Prika Amaral (guitarra) e Fernanda Lira (vocal e baixo)
Nervosa (da esq. pra dir.): Pitchu Ferraz (bateria), Prika Amaral (guitarra) e Fernanda Lira (vocal e baixo)

Tivemos o prazer de ouvir em primeira mão o trabalho e a seguir, com exclusividade no Música e Cinema, você confere nosso parecer sobre o mesmo. Divirta-se.  

 Resenha

 O sexo frágil passou longe aqui. Frágil é você! Em seu álbum de estréia, as belas mocinhas do Nervosa já chegam com os dois pés na cara do ouvinte sem dó. Victim of Yourself apresenta uma banda amadurecida e segura de si, principalmente após a entrada de Pitchu Ferraz na bateria. A nova integrante parece ter trazido ainda mais fôlego ao grupo, acrescentando uma dose extra de peso e ‘punch’ nas composições, o que é facilmente percebido logo no início da audição. Uma banda revigorada e pronta pra batalha!

Após uma breve introdução, Twisted Values já chega a mil por hora, com palhetadas muito pesadas de Prika Amaral (guitarra), bateria velocíssima de Pitchu, e o baixo pulsante de Fernanda Lira (baixo/vocal) conduzindo um verdadeiro genocídio em forma de música.

As garotas realmente demonstram ter paixão e conhecimento pelo estilo adotado e Justice be Done só vem a corroborar com fato. Destaque para o belíssimo solo de guitarra de Prika, que está se revelando uma “riffeira” de marca maior.

Bela arte do novo álbum, "Victim of Yourself"
Bela arte do novo álbum, “Victim of Yourself”

O trio não se preocupa em inovar ou reinventar o estilo, apenas o executa da melhor maneira possível. Enfatizando mais a escola alemã, principalmente nos vocais “destructionianos” de Fernanda, mas acrescentando elementos do Thrash Bay Area também, temos aqui um apanhado geral de tudo de melhor que o estilo pode oferecer.

Wake up and Fight dá continuidade ao trabalho e confirma mais uma vez que a escolha de Pitchu para as baquetas foi das mais acertadas. Como toca pesado essa mulher. Dá uma canseira até no Gene Hoglan!

Em meio a doze faixas do mais alto nível, é até uma injustiça destacar mais alguma, mas Nasty Injury, Envious (com sua bela introdução), Morbid Courage, Death (com um refrão marcante e ótimos “backing vocals” de Prika) e o final com Urânio em Nós, mostram uma banda ainda jovem, mas determinada a deixar seu legado na história da música pesada nacional, sempre com muito profissionalismo e dedicação.

Contando agora com o apoio de uma conhecida gravadora européia, a Napalm Records da Áustria, além de uma produção sonora e gráfica impecáveis, o Nervosa terá a oportunidade de desbravar os continentes e mostrar ao mundo do que três garotas com Thrash nas veias e sangue nos olhos são capazes de fazer. Vamos ver o estrago que isso vai causar.

Nota: 9,5

 

 Formação:

  • Fernanda Lira (vocal/baixo)
  • Prika Amaral (guitarra)
  • Pitchu Ferraz (bateria)

Faixas:

  1. Intro
  2. Twisted Values
  3. Justice be Done
  4. Wake up and Fight
  5. Nasty Injury
  6. Envious
  7. Morbid Courage
  8. Death!
  9. Into Moshpit
  10. Deep Misery
  11. Victim of Yourself
  12. Urânio em Nós

  

Contatos:

https://www.facebook.com/femalethrash?hc_location=timeline

http://nervosaofficial.com/site/discografia/

[youtuber youtube=’http://www.youtube.com/watch?v=BH7oNQ2SYs8′]

Sobre Ricardo Costa

Casado, 42 anos, médico veterinário. É fã de música desde a adolescência, principalmente dos subgêneros mais extremos do Metal. É fã também incondicional de cinema, principalmente de horror e ação. Seu principal hobby é pesquisar e conhecer bandas novas e filmes obscuros. Trará sempre novidades acerca de lançamentos, bem como artigos, matérias e entrevistas muito interessantes para os nossos leitores

Veja Também!

bomba

Vídeo: Show do Rammstein com “homem bomba” gera polêmica com muçulmanos

Participando do Rock in Vienna, na capital austríaca, a banda Rammstein utilizou sua famosa pirotecnia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *