Melhores momentos do poker no cinema

O poker sempre foi um dos jogos mais fascinantes dentro e fora das telonas. A tensão e o suspense que provoca sobre o feltro verde é um “prato cheio” para os cineastas ambientarem tramas inesquecíveis, dado que o ritmo do jogo é propenso para construir cliffhangers e tensão.

Já há algum tempo, as grandes produções continuam explorando o tema de várias formas em filmes de sucesso. Além do mais, algumas cenas podem inspirar aqueles que já competem ou novatos que querem aprender a jogar e saber as principais regras. Confira alguns dos melhores momentos desse esporte da mente no cinema.

poker cinema

A mesa do Diabo (1965)

Cincinnati Kid (Steve McQuenn) é um jogador de poker de New Orleans, nos anos 1930, disposto a ser o melhor no mundo das cartas. Numa decisão arriscada, ele desafia o veterano Lancey “The Man” Howard (Edward G. Robinson), sua chance de mostrar do que é capaz numa mesa de poker. Ele só não contava com a “armação” do lendário inimigo.

Golpe de Mestre (1973)

Nesta comédia policial, um dos maiores clássicos do cinema, Paul Newman e Robert Redford protagonizam cenas imortais de trapaça. Uma delas é na mesa de poker disputando a uma antiga modalidade, o Five Cards Draw (Poker Fechado). Henry Gondorff (Newman) blefa e derrota a quadra de noves de Doyle Lonnegan (Robert Shaw), mostrando uma quadra de valetes. O que não se sabe até hoje é de onde surgiram os valetes, pois as cartas vistas pelo espião formavam uma simples quadra de três.

Maverick (1994)

Este western de comédia e ação tem o poker como tema central e a história de Bred Maverick (Mel Gibson) um ousado jogador. Annabelle (Jodie Foster), com quem teve um romance no passado, também pratica o carteado. Ao chegar ao Mississipi para participar de um torneio no Velho Oeste, ele se depara com sua ex-namorada trapaceira, pistoleiros e índios mercenários. Com um Royal Flush e um Straight Flush, Maverick faz uma jogada inédita e se consagra campeão. A modalidade disputada no filme é também a antiga Five Card Draw.

Cartas na Mesa (1998)

Comumente encontrado nas listas de melhores filmes de poker, Cartas na Mesa traz como protagonista Matt Damon, vivendo Mike, um jogador de Texas Hold’em que perde uma boa quantia que investiria em seus estudos para o traficante KGB (John Malkovich). Isso o faz desistir de apostar, mas, para ajudar um amigo (Edward Norton), ele acaba voltando às mesas e tenta recuperar o dinheiro perdido. O filme mostra muitas ações do poker.


O Jogador – A História de Stu Ungar (2003)

Este filme coloca no centro da trama Stu “The Kid” Ungar (Michael Imperioli), um dos maiores jogadores de poker de todos os tempos. A trama é inspirada na vida real do campeão de três campeonatos mundiais de poker. Vivendo em Las Vegas entre muitos altos e baixos, ele chega ao topo do poker mundial, mas é derrotado pelas drogas, bebidas e apostas esportivas e acaba morrendo aos 45 anos.

Cassino Royale (2006)

Na versão cinematográfica do primeiro romance de Ian Fleming, Casino Royale, o agente secreto 007 (Daniel Craig) derrota o vilão Le Chiffre (Mads Mikkelsen), numa jogada espetacular de poker que superaria qualquer luta corporal. James Bond vence seu antagonista com um flush, dois full houses e um straight flush de Texas Hold’em, levando nada menos que 115 milhões de dólares. Segundo estudiosos, a probabilidade de sair uma mão dessas é praticamente impossível. Mas se tratando de Bond, qualquer façanha é possível.

Bem-vindo ao Jogo (2007)

Em plena Las Vegas, o jogador de poker Huck Cheever (Erick Bana) precisa conseguir dinheiro para participar do campeonato mundial de poker. Essa vai ser a forma dele enfrentar um antigo problema familiar, disputar o campeonato com seu pai L.C. Cheever (Robert Duvall), um jogador que abandonou a família no passado.

Aposta Máxima (2013)

O jovem apostador Ritchie (Justin Timberlake), prestes a terminar a faculdade, entra nas apostas de poker on-line para levantar dinheiro para terminar seu curso, perdendo tudo que lhe restava. Ele acaba indo atrás do empresário de jogos virtuais Ivan Block (Ben Affleck), que o convida para ser seu braço direito em seus negócios, sem imaginar de quem se tratava.

:

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

Drácula: o homem, o livro e os filmes

Um dos personagens mais famosos da literatura e do cinema, o amedrontador Conde Drácula se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *