Melhores filmes de Alfred Hitchcock

Filmes de suspense são feitos aos montes atualmente, sendo que todos apresentam sempre grande sucesso, rendendo grandes bilheterias e reunindo grande quantidade de fãs em torno do gênero atualmente. Mas o fato é que muitos destes filmes não seriam possíveis se um grande gênio não tivesse contribuído em muito para que a popularidade dos filmes de suspense atingisse níveis superiores em tempos em que filmes de outros gêneros eram muito mais populares.

Estamos falando do grande gênio inglês Alfred Hitchcock, que é considerado por muitos como sendo um dos maiores, senão o maior de todos os diretores do cinema mundial em todos os tempos, extrapolando os limites do gênero de suspense.

Portanto, neste artigo do Música e Cinema, vamos tentar listar alguns dos melhores filmes de suspense de Alfred Hitchcock, o que não é tarefa das mais fáceis, pois há grande quantidade de filmes bons que podem simplesmente compor esta lista e que tiveram que ficar de fora.

Mas antes de começarmos, vamos falar um pouco sobre o gênio por trás destes filmes, procurando lançar um pouco de luz por sobre a sua imagem, para que vocês possam conhecê-lo melhor também. Portanto, tenham uma boa leitura!

Sobre Alfred Hitchcock

Nascido em Londres a 13 de agosto de 1899, Alfred Joseph Hitchcock era filho de Emma e William Hitchcock, sendo que seu pai era vendedor de frutas, legumes e verduras, em um trabalho muito humilde.

O jovem Alfred tinha mais dois irmãos, e foi criado com muita disciplina, o que sempre fez parte de sua vida desde então, sendo que na infância, ele era muito solitário, mas extremamente atento em relação a praticamente tudo.

Alfred Hitchcock

Mais tarde, já adolescente, Alfred acabou mudando completamente sua atitude, sendo que se tornou muito mais brincalhão e fanfarrão, sempre pregando peças nas pessoas, o que acabaria por formar seu caráter irônico e afeito à travessuras, que acabariam se tornando dois elementos muito presentes em seus filmes.

Após trabalhar com publicidade, Alfred iniciou sua carreira com o cinema, trabalhando como desenhista de letreiros de filmes mudos, emprego no qual teve seus primeiros contatos com técnicas de filmagem que usaria para se tornar um verdadeiro gênio do cinema.

Seu primeiro grande sucesso veio em 1929, com o filme intitulado Blackmail, que inaugurou sua carreira como gênio dos filmes de suspense.

Filmes de Alfred Hitchcock

Confira abaixo a lista com melhores filmes de Alfred Hitchcock!

Psicose

Lançado em 1960, Psicose é considerado por muitos como o melhor filme de suspense já feito em toda a História do cinema, sendo que a famosa cena do banheiro é um verdadeiro clássico da cultura pop, sendo lembrada por praticamente qualquer pessoa que já tenha assistido a um filme na vida.

Psicose - Filmes de Alfred Hitchcock

Conta a historia de Marion Crane, a secretária que se refugia num pequeno e afastado hotel de beira de estrada, que é dirigido pelo esquisito Norman Bates, que é interpretado de modo magistral pelo saudoso Anthony Perkins. Norman é atormentado pela sua mãe autoritária, e com o passar do tempo, a secretária fugitiva acaba por descobrir mais e mais segredos da família Bates.

Um Corpo Que Cai

Lançado em 1958, Um corpo que cai apresenta o detetive aposentado interpretado por James Stewart, que reluta, mas acaba concordando em seguir uma jovem chamada Madeleine, que é interpretada por Kim Novak.

Um corpo que cai - Filmes de Alfred Hitchcock

A jovem é esposa de um amigo dele que está começando a demonstrar algumas tendências suicidas, o que faz com que o detetive aposentado tenha de enfrentar seu medo de altura, ao mesmo tempo em que fica extremamente obcecado pela jovem.

  • Confira também a história e melhores bandas do Hard Rock

Janela Indiscreta

Lançado em 1954, este filme se mostrou extremamente avançado para a sua época, especialmente por causa do voyeurismo que é retratado na trama, que apresenta um fotógrafo que fratura a perna e fica imobilizado, em sua casa, sendo obrigado a procurar algo para passar o tempo.

Janela indiscreta

Então ele passa a observar as casas vizinhas, vislumbrando a vida das pessoas sem que elas saibam, até que um dia ele presencia uma cena suspeita em um edifício bem na frente de onde ele mora. Com a suspeita de que se trata de um assassinato, ele solicita o auxílio de sua namorada para realizar uma investigação.

Os Pássaros

Este filme de 1963 é considerado um dos mais emblemáticos filmes de Hitchcock, que narra de modo extremamente angustiante a história de uma mulher de temperamento difícil, extremamente arrogante, que vai até uma pequena cidade californiana para perseguir um homem.

Os pássaros

Tudo muda quando ela chega nesta cidade e observa que os pássaros que lá habitam passam a agir de forma realmente incomum, até que a agressividade deles atinge o ápice quando começam a matar pessoas.

Intriga Internacional

Considerado o mestre do suspense, Hitchcock também soube conduzir muito bem tramas de espionagem, como este clássico de 1959 que fez muito sucesso na época, estrelado pelo grande Gary Grant, que interpreta um profissional de publicidade que é confundido com um agente governamental por uma organização de espiões.

Intriga internacional

Toda a trama se desenrola enquanto ele é perseguido e ao mesmo tempo tenta provar a o engano que o grupo cometeu, com cenas realmente instigantes e com uma trilha sonora espetacular.

Disque M para Matar

Considerado um representante legítimo do que podemos chamar de suspense hitchcokiano, este filme de 1954 apresenta como característica principal a tensão fora do comum, presente em cada uma das cenas.

Disque M para Matar

Na história, um jogador de tênis aposentado planeja assassinar sua esposa após descobrir que ela o está traindo com outro homem. No entanto, tudo dá errado, o que faz com ele tenha que mudar todos os seus planos para tentar se descolar da responsabilidade neste caso.

O Homem Que Sabia Demais

O último dos filmes de Alfred Hitchcock na lista é O Homem Que Sabia Demais. Filmado duas vezes, sendo que a primeira, em 1934, na fase britânica do gênio, este filme ganhou notoriedade na refilmagem feita pelo próprio no ano de 1956, com Doris Day e James Stewart em seu elenco.

O homem que sabia demais

No filme, um casal está em viagem pelo Marrocos, quando o marido acaba descobrindo sem querer os detalhes de um plano de um assassinato, o que o coloca na rota de um grupo de ladrões locais, que passam a persegui-lo, gerando cenas extremamente intrincadas.

Quer conhecer os melhores filmes? Melhores bandas? Conhecer o melhor da música anos 80? Então curta nossa página e fique ligado em tudo que acontece no Música e Cinema!

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

a-chegada2

A Chegada: filme sobre aliens deixa lições para os humanos

É curioso que um dos sons mais agoniantes seja o do silêncio. Simon & Garfunkel já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *