Legion of the Damned: míssil old school do velho continente!

O Legion of the Damned já construiu uma bela e sólida carreira no Thrash Metal mundial. Oriundo das cinzas do Occult, a banda vem arregimentando cada vez mais fãs pelo mundo afora, com apresentações muito energéticas e discos de qualidade indiscutível. Seu último lançamento, o recém saído do forno Ravenous Plague, revela uma banda madura, coesa, técnica e com a veia oitentista aflorada. A seguir, você vê em primeira mão a resenha de mais este grandioso trabalho. É Thrash que faz tua cabeça? Então toma!

Belíssima capa de "Ravenous Plague"
Belíssima capa de “Ravenous Plague”

 Legion of the Damned: Ravenous Plague – resenha

            A máquina Thrash dos países baixos volta com o pé na cara do ouvinte com este sensacional Ravenous Plague. O quarteto holandês, em seu sexto trabalho de estúdio, veio para mostrar como se faz o autêntico Thrash Metal da velha escola. Com produção extremamente eficiente, porém sem soar polida demais, a banda despeja onze pedradas certeiras que farão a alegria dos bangers saudosistas.

            Com influência latente da escola alemã do estilo (leia-se Kreator, Destruction e Sodom), com algumas pitadas do estilo americano (Testament principalmente), o grupo apresenta composições marcantes, recheadas de peso, melodia e agressividade.

Legion of the Damned
Legion of the Damned

            Algumas faixas são mais cadenciadas, como a Doom Priest e Summon All Hate, belíssimas composições que investem em arranjos mais lentos, explorando mais o lado melódico e técnico da banda; por outro lado, temos a face mais Thrash, até mesmo Speed, em algumas canções, como Ravenous Abominations (de arrepiar), Mountains Wolves Under a Crescent Moon (essa vai abrir rodas gigantescas nos shows!), e Black Baron (uma botinada na orelha!), onde a banda demonstra toda a sua competência e paixão pelo estilo. Destaque também para a maravilhosa arte da capa executada pelo grande artista americano Wes Benscoter, a mais bela que já vi nos últimos tempos, casando perfeitamente com a proposta da banda.

            Um ótimo lançamento de uma banda que merece toda a atenção. Jovem amigo thrasher, dê uma chance aos caras. Você não vai se arrepender!

 Nota: 8,5

 Formação:

  • Eric Fleuren (bateria)
  • Maurice Swinkels (vocais)
  • Harold Gielen (baixo)
  • Twan Van Geel (guitarra)

 Faixas:

  1. The Apocalyptic Surge (01:23)
  2. Howling for Armaggedon (04:15)
  3. Black Baron (04:14)
  4. Mountain Wolves Under a Crescent Moon (04:23)
  5. Ravenous Abomiations (05:42)
  6. Doom Priest (04:46)
  7. Summon All Hate (04:19)
  8. Morbid Death (03:47)
  9. Bury me in a Nameless Grave (04:27)
  10. Armalite Assassin (03:43)
  11. Strike of the Apocalypse (04:02)

 

Vídeo de Doom Priest:

[youtuber youtube=’http://www.youtube.com/watch?v=OfuKtTbBaZ8′]

 

Contatos:

http://www.legionofthedamned.net

Sobre Ricardo Costa

Casado, 42 anos, médico veterinário. É fã de música desde a adolescência, principalmente dos subgêneros mais extremos do Metal. É fã também incondicional de cinema, principalmente de horror e ação. Seu principal hobby é pesquisar e conhecer bandas novas e filmes obscuros. Trará sempre novidades acerca de lançamentos, bem como artigos, matérias e entrevistas muito interessantes para os nossos leitores

Veja Também!

bomba

Vídeo: Show do Rammstein com “homem bomba” gera polêmica com muçulmanos

Participando do Rock in Vienna, na capital austríaca, a banda Rammstein utilizou sua famosa pirotecnia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *