Down: fazendo o Black Sabbath chorar

O que podemos esperar de um cara que foi frontman da melhor banda de Metal que já existiu, no caso o falecido e inigualável Pantera? Além disso, possui mais uma meia dúzia de bandas que transitam entre vários estilos da música pesada, e ainda é dono de gravadora, lançando e distribuindo material de algumas das melhores bandas do underground. Pois é, se tem um cara que representa a música extrema hoje em dia, esse cara é Phil Anselmo. Apesar de toda notoriedade adquirida ao longo dos anos, o nosso querido Phil sempre teve um pé (os dois na verdade) no anti-comercial. Bandas como Christ Inversion, Superjoint Ritual, The Illegals, Down, entre outros projetos e participações, são a prova concreta da dedicação e talento desse sujeito.

Down (esq. pra dir.): Patrick Brudders (baixo), Jimmy Bower (bateria), Phil Anselmo (vocal), Pepper Keenan (guitarra) e Bobby Landgraf (guitarra)
Down (esq. pra dir.): Patrick Brudders (baixo), Jimmy Bower (bateria), Phil Anselmo (vocal), Pepper Keenan (guitarra) e Bobby Landgraf (guitarra)

            Dentre todas elas, a que mais se sobressai hoje em dia e se tornou a banda principal de Phil é o Down. A banda fundada em 91, ainda com o Pantera em plena atividade, foi a válvula de escape do vocalista perante a crise que já começava a rondar o grupo. Querendo explorar uma nova tendência, ainda dentro do peso e da extremidade, o Down surgiu como um projeto descompromissado reunindo gente de competência indiscutível, como Pepper Keenan (C.O.C.), Kirk Winstein (Crowbar), Rex Brown (Pantera), Jimmy Bower (Eyehategod), além do anfitrião Phil, e acabou se tornando o que é hoje: a verdadeira expressão do som pesado sulista. Um Stoner/Doom de rachar telhados! A banda já possui uma extensa discografia, contando com três full lenghts, um álbum duplo ao vivo com DVD, alguns singles e dois eps, que fazem parte de uma coleção, ainda a ser lançada totalmente num futuro próximo.

            O mais recente lançamento é justamente o segundo ep da referida coleção, intitulado Down IV – part II, que podemos considerar como um autêntico tributo ao peso ocultista setentista, soando como a melhor cria que o “sábado negro” pode parir.

            Com exclusividade no Música e Cinema, confira agora a resenha deste belo trabalho. Divirta-se!

Down – Down IV – part II (resenha)

Capa de "Down IV - part II": evidenciando o lado setentista!
Capa de “Down IV – part II”: evidenciando o lado setentista!

             Segundo palavras do próprio Phil Anselmo: “tão pesado que vai fazer o Black Sabbath chorar”. Parece de uma pretensão infinita essa afirmação, mas após ouvir esse petardo, começo a aceitar que isso possa ser possível. O quinteto mais pesado das paradas acaba de lançar Down IV – part 2, segunda parte de uma seqüência de eps (quatro no total) que só vem a engrandecer e solidificar o nome do Down no universo da música pesada.

            Mergulhando de cabeça no mundo do Stoner/Doom, a banda se comporta daquela maneira que os fãs esperavam: transbordando melodia, peso e agressividade em porções homogêneas, criando nas seis canções que compõem o disquinho um universo tétrico, sorumbático e angustiante, tão comum aos grandes trabalhos do gênero.

Down-IV-Part-2-new-5-13-2014

            Formado atualmente por Phil Anselmo (vocal), Jimmy Bower (bateria), Pepper Keenan (guitarra), Bobby Landgraf (guitarra, substituindo Kirk Windstein) e Patrick Bruders (baixo), o Down dá o tiro inicial com Steeple, com seu início viajante e hipnótico, com o berro de Phil dando início a uma bela obra do bom Stoner Metal. Um ótimo trabalho de guitarras! We Knew Him Well… é puro peso, melodia e ritmo cadenciado, feitos por músicos que nasceram pra isso; Hogshead/Dogshead finaliza a primeira metade do trabalho apresentando uma bela performance de Phil, que dessa vez alterna suas vozes entre o gutural, o melódico e o mais agudo, conferindo um andamento mais sóbrio e comedido, mas ainda assim bem agressivo, à canção. The Conjure é não somente a melhor composição do trabalho, como a melhor da carreira da banda. Transpirando Black Sabbath por todos os poros, essa música é uma verdadeira obra-prima. Se fosse um single só com essa faixa, já mereceria uma nota 10 cravada com louvor. Temos aqui o trabalho de guitarra e baixo mais bruto e impiedoso desde a fundação da banda. Nunca imaginei que isso fosse possível, mas a entrada de Bobby Landgraf acrescentou ainda mais vigor e intensidade ao já intenso trabalho das seis cordas. Um refrão que causa arrepios da coluna cervical até as vértebras coccígeas! Sufferer’s Years e Bacchanalia (com uma belíssima melodia dedilhada no terço final) concluem com maestria e propriedade este verdadeiro opus da música visceral. O lado psicodélico aflora de vez com a arte da capa, que mostra uma igreja nas sombras, tendo ao fundo um céu violeta um tanto desfocado. Uma homenagem digna às raízes setentistas do grupo.

            Fui talvez um dos únicos a duvidar que Phil fosse conseguir se manter em evidência após o fim do Pantera, mas pelo amor de Deus, como errei feio. A cada ano que passa o cara se mostra um dos mais talentosos músicos que já surgiram nesse mercado, dono de um potencial absurdo. O Down e seus tantos outros projetos estão aí para provar toda sua competência e versatilidade. Esse cd é simplesmente essencial e obrigatório, igual respirar. Desfrute sem pestanejar!

Nota: 10

Formação:

  • Phil Anselmo (vocal)
  • Pepper Keenan (guitarra)
  • Bobby Landgraf (guitarra)
  • Patrick Bruders (baixo)
  • Jimmy Bower (bateria)

Faixas:

  1. Steeple
  2. We Knew Him Well…
  3. Hogshead/Dogshead
  4. The Conjure
  5. Sufferer’s Years
  6. Bacchanalia

 

Contatos:

 http://www.down-nola.com/

 https://myspace.com/downnola

[youtuber youtube=’http://www.youtube.com/watch?v=rJ1T4F9tT5g’]

Sobre Ricardo Costa

Casado, 42 anos, médico veterinário. É fã de música desde a adolescência, principalmente dos subgêneros mais extremos do Metal. É fã também incondicional de cinema, principalmente de horror e ação. Seu principal hobby é pesquisar e conhecer bandas novas e filmes obscuros. Trará sempre novidades acerca de lançamentos, bem como artigos, matérias e entrevistas muito interessantes para os nossos leitores

Veja Também!

bomba

Vídeo: Show do Rammstein com “homem bomba” gera polêmica com muçulmanos

Participando do Rock in Vienna, na capital austríaca, a banda Rammstein utilizou sua famosa pirotecnia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *