Django Livre: Tarantino cansado e Spike Lee criticando

Django Livre o novo filme do grande diretor Quentin Tarantino está gerando algumas polêmicas, típicas em obras do diretor, que geralmente são obras que usam bastante a violência e que se forem analisadas apenas superficialmente parecem um uso excessivo de violência sem motivos, mas na verdade são obras grandiosas e de valor cinematográfico muito grande, mas infelizmente no meio do cinema muitos desprezam o trabalho de Tarantino.

Tarantino cansado de tentar explicar seus filmes:

O diretor está cansado de tentar explicar suas obras, o filme que vem para mostrar de forma mais pesada a terrível história da escravidão nos EUA,  com Leonardo DiCaprio e Jamie Foxx a  história leva Jamie como um escravo, que tenta salvar sua mulher que foi vendida para um latifundiário.

Nesta obra, algumas polêmicas surgem, como por exemplo as críticas feitas por Spike Lee (vai ser explicada a seguir) e também com a chacina cometida por Adam Lanza em um colégio americano, quando foi abordado a influencia desse estilo de filmes, com muita violência em chacinas como essas.

Django Livre - Quentin Tarantino

Sobre o filme Tarantino fala: “Sempre quis fazer um filme que abordasse o horroroso passado de escravidão dos EUA, mas não queria fazer um filme histórico, mas envolver a História em um gênero”.

Sobre as críticas ele diz: “As tragédias acontecem, Estou cansado de defender meus filmes(sobre toda vez que tragédias como essas acontecem), ele ainda acrescente que seus filmes não podem ser mais (do que a realidade): “não pode ser mais espantoso, surrealista ou vergonhoso”.

Isso mostra que talvez o cinema convencional, o cinema das massas ainda não esteja preparado para receber tais filmes, que com certeza se fosse lançado em um espaço mais cult, com um público mais de “cinema B” esse filme seria só elogios, mas como estamos em 2012, como está tudo dessa forma, tudo é desrespeito, tudo gera criticas, talvez o que resta mesmo é investir seu tempo assistindo outros estilos mais apagados do cinema, pois veja, por exemplo Pink Flamingos, um filme totalmente, repito totalmente repugnante, totalmente bizarro, poucos conhecem, o que aconteceria se fosse para um espaço maior como Hollywood?…Seriam vários Spike Lee criticando?…

Quero deixar claro que não comparei Django Livre ou qualquer outro filme de Tarantino com Pink Flamingos, antes que venham reclamações quanto a isso, foi apenas um exemplo.

Polêmica com Spike Lee – Django Livre é desrespeitoso aos meus antepassados:

O diretor Spike Lee não gostou nada da abordagem do filme, mesmo antes de assisti-lo já dirigiu fortes palavras quanto ao novo lançamento de Tarantino, Spike afirma que o filme é desrespeitoso e que nem mesmo vai assisti-lo.

Django Livre - novo filme de Tarantino

“Eu não posso falar sobre isso porque eu não vou vê-lo. Tudo o que eu vou dizer é que é desrespeitoso aos meus antepassados. Isso sou eu. Eu não estou falando em nome de ninguém” – Disse Lee.

Tarantino disse que é fã dos filmes Westerns Spaghetti e gosta muito do trabalho de Serio Corbucci, que fez Django em 1966 juntamente com Sergio Leone e Spike Lee aproveitou para responder em seu Twitter, aumentando ainda mais a polêmica:

 “A escravidão nos Estados Unidos não foi um western spaghetti de Sergio Leone. Foi um holocausto. Meus ancestrais foram escravos, roubados da África. Eu os honrarei”.

Em contraste recentemente Will Smith afirmou que não pode entrar para o filme pois estava ocupado com Homens de Preto 3, mas disse: “o resultado vai ser incrível, este é um roteiro de gênio”

Fora as polêmicas o filme tem estreia programada para 18 de janeiro no Brasil e tem uma longa fila de fãs do mestre Tarantino o aguardando, enquanto isso fique só com o aperitivo, o trailer do filme.

Trailer Django Livre:

Gostou? Então aproveite e veja a trilha sonora de Kill Bill.

Sobre Leonardo Caprara

Idealizador e fundador do site, tem profunda paixão pela música e pelo cinema, desbravando os mais diferentes sub-gêneros dentro destes dois maravilhosos nichos e procurando levar o melhor conteúdo para os fiéis leitores do Música e Cinema!

Veja Também!

Guerra Civil imagem 01

Guerra Civil: teamIron X teamCapitão

Poucas semanas após o público testemunhar a batalha entre o Homem de Aço e o …

3 Comentários

  1. spike lee disse que seus antepasados foram roubados da África , caro spike seus antepasados foram é vendidos por outras tribos ,se eles não fossem para o EUA seriam escravos na África e tratados mais brutalmente ainda .

    • Eduardo, o Spike Lee no meu ponto de vista também foi muito infeliz com seus comentários e estará perdendo de assistir um belo filme (como a maioria do Tarantino).

  2. So uma coisa, eduardo, quem comprava escravos na africa, e não escravos africanos, já que existiam diversas etnias na africa, e cada uma com suas particularidades, por isso eram vendidos por seus inimigos, eram os portugueses, que vendiam para os ingleses, ou norte americanos… esse costume de igualizar as tribos africanas é coisa de eurocentrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *