Deicide: In the Minds of Evil – a nova blasfêmia de Glen Benton

Os mestres do Death Metal americano estão de volta! Dois anos após lançarem o último álbum, o ótimo To Hell With God, eis que o doidão da cruz queimada na testa retorna com mais um excelente trabalho. In the Minds of Evil vem pra mostrar que a banda está mais agressiva do que nunca, num equilíbrio perfeito de técnica e brutalidade. Com mais de 25 anos de carreira e sendo um dos fundadores da cena do Death Metal da Flórida no final da década de 80 e início da década de 90, Glen Benton canaliza toda sua fúria e indignação contra as religiões alienantes que corrompem a humanidade na forma de música brutal da melhor qualidade, sendo acompanhado de um time de primeira linha, com Jack Owen (ex-Cannibal Corpse) na guitarra, Steve Ashein na bateria e Kevin Quirion, estreando na banda, na outra guitarra.

A seguir, você lê a resenha deste grande lançamento em primeiríssima mão. Essas vantagens só o Música e Cinema trás pra você! Deleite-se!

Resenha: In the Minds of Evil

O anticristo voltou! Glen Benton e seus asseclas retornam com tudo no sucessor do grande To Hell With God. Trata-se de In the Minds of Evil, décimo primeiro disco de inéditas do grupo, onde a banda enfileira 11 pedradas do mais bruto, técnico e veloz Death Metal.  O que se houve no disquinho é o resgate do mal, literalmente! Jack Owen e Kevin Quirion formam uma das melhores duplas de guitarristas do estilo que ouvi nos últimos tempos, despejando riffs cortantes e solos inspiradíssimos no decorrer de todo o disco, demonstrando que os irmãos Hoffman, apesar de extremamente competentes, ainda têm muito a aprender.

In the Minds of Evil
Capa In the Minds of Evil

A prova definitiva de que brutalidade pode caminhar de mãos dadas com técnica apurada. Glen Benton continua fazendo o de sempre: vociferando suas letras de retaliação contra as religiões com seu vocal gutural característico, cavernoso mesmo, e tocando o baixo de forma correta, simples, mas eficaz; agora, o que Steve Ashein faz com a bateria desafia os limites do ser humano! Com viradas absurdas, velocidade estonteante e blast beats insanos, o cara é o grande destaque do trabalho.

Steve Ashein em ação
Steve Ashein em ação

Sempre foi um excelente baterista, mas aqui ele se superou! A faixa título começa e já podemos perceber que a coisa vai ficar feia, tamanho o desabamento sonoro que se instala. Thou Begone e Godkill só vem a confirmar a destruição, numa seqüência de tirar o fôlego. Difícil conter o banging! Entre faixas tão inspiradas, destacamos ainda Misery of One, Even the Gods Can Bleed, Trample the Cross e Kill the Light of Christ (pelos títulos, dá pra perceber que Benton ainda não fez as pazes com Cristo). Artilharia pesada pra aniquilar cristãos incautos!

Deicide banda
Deicide (da esq. pra dir.): Jack Owen, Steve Ashein, Glen Benton e Kevin Quirion

Posso assegurar que é um dos melhores álbuns da banda, com execução primorosa dos músicos e produção cristalina, porém sem soar limpa demais, deixando o peso em evidência sempre. Enfim, mais um grande lançamento que merece toda a nossa atenção! Se Death Metal brutal, veloz e bem tocado é o que te satisfaz, corre que ainda dá tempo.

Nota: 9,0.

Faixas:

1. In the Minds of Evil

2. Thou Begone

3. Godkill

4. Beyond Salvation

5. Misery of One

6. Between the Flesh and the Void

7. Even the Gods Can Bleed

8. Trample the Cross

9. Fallen to silence

10. Kill the Light of Christ

11. End the Wrath of God

Formação:

Glen Benton (baixo/vocal)

Steve Ashein (bateria)

Kevin Quirion (guitarras)

Jack Owen (guitarras)

Contatos:

Facebook

Century Media

YouTube

Sobre Ricardo Costa

Casado, 42 anos, médico veterinário. É fã de música desde a adolescência, principalmente dos subgêneros mais extremos do Metal. É fã também incondicional de cinema, principalmente de horror e ação. Seu principal hobby é pesquisar e conhecer bandas novas e filmes obscuros. Trará sempre novidades acerca de lançamentos, bem como artigos, matérias e entrevistas muito interessantes para os nossos leitores

Veja Também!

bomba

Vídeo: Show do Rammstein com “homem bomba” gera polêmica com muçulmanos

Participando do Rock in Vienna, na capital austríaca, a banda Rammstein utilizou sua famosa pirotecnia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *