Cattle Decapitation: banda lança vídeo-clipe mais polêmico da história!

O Cattle Decapitation é uma banda americana de brutal Death Metal fundada em 1996. Atualmente formada por Travis Ryan (vocal), Josh Elmore (guitarra), David McGraw (bateria) e Derek Engemann (baixo), possuem uma discografia recheada de obras controversas e brutais, contabilizando seis full-lenghts e um ep. Seu último trabalho, o sensacional Monolith of Inhumanity, lançado pela gravadora Metal Blade em 2012, já começa impressionando pela capa (veja a seguir):

Impressionante arte da capa de "Monolith of Inhumanity", último disco do Cattle Decapitation.
Impressionante arte da capa de “Monolith of Inhumanity”, último disco do Cattle Decapitation.

 Belíssima, não? Pois bem, a banda apela em seu conteúdo lírico para todas aquelas nojeiras, tosquices e obscenidades tão comuns ao estilo, mas também apresentam um forte posicionamento ideológico na questão da defesa dos animais, do vegetarianismo, da proteção ao meio-ambiente, o que é muito louvável, diferenciando-os das demais  bandas do estilo.

Cattle Decapitation
Cattle Decapitation

Apesar do posicionamento libertário/natureba, não pense você que a banda amacia nos vídeos. Recentemente, lançaram um clipe para a faixa Forced Gender Reassignment, e o trabalho já está sendo considerado por muitos como o vídeo mais brutal, controverso e abjeto que já se teve notícia. Se você se acha o bonzão e destemido por ter assistido ao Serbian Film e acha que nada pode ser mais bruto que aquilo, creio que seja o momento propício para rever o seu conceito de brutalidade. Em pouco mais de cinco minutos, a banda atira na sua cara toda a sorte de violência gráfica que se pode imaginar. É um banho de sangue e entranhas que, pra não estregar a surpresa dos pervertidos e psicopatas de plantão, deixarei que assistam pra constatar por si mesmos. Mas eu aviso: é coisa pra poucos! Até os mais acostumados com a violência explícita dos filmes vão se sentir incomodados.

Assista e corra pro colo da mamãe!   

Devido ao conteúdo extremamente violento, não vamos disponibilizar o vídeo aqui, mas você pode pesquisar no Vimeo por Forced Gender Reassignment.

 

Sobre Ricardo Costa

Casado, 42 anos, médico veterinário. É fã de música desde a adolescência, principalmente dos subgêneros mais extremos do Metal. É fã também incondicional de cinema, principalmente de horror e ação. Seu principal hobby é pesquisar e conhecer bandas novas e filmes obscuros. Trará sempre novidades acerca de lançamentos, bem como artigos, matérias e entrevistas muito interessantes para os nossos leitores

Veja Também!

bomba

Vídeo: Show do Rammstein com “homem bomba” gera polêmica com muçulmanos

Participando do Rock in Vienna, na capital austríaca, a banda Rammstein utilizou sua famosa pirotecnia …

5 Comentários

  1. Que medo! A música é fu****, mas o clipe… Help me!

  2. Quando vi a primeira vez quase chorei hahaha mas é foda mesmo. Todos os videos deles são bizarros, e as capas dos álbuns também, principalmente a capa de Humanure

    • Realmente, quem é meio sensível certamente terá problemas pra assimilar, pois a intenção dos caras é causar repulsa mesmo. É uma das melhores bandas do estilo em minha opinião e suas capas são simplesmente fantásticas. Grande abraço e continue nos acompanhando.

  3. Cara, a música é legal, mas o vídeo é de um mal gosto extremo! Até entendo a mensagem anti-homofobia que a banda tenta passar (e até nisso o negócio é de mal gosto, pois eles bem que poderiam escolher uma coisa menos modinha e menos manjada, já que hoje em dia todo mundo quer se promover usando esse assunto), mas mesmo assim, não faz nenhum sentido combater uma OPINIÃO com uma violência desse tipo! Acho que eu preferia o death metal quando o estilo não era tão engajado e as bandas não se levavam tão a sério. Ás vezes, me pergunto aonde o negócio vai parar!

    • Realmente, é uma ótima banda, mas o conteúdo do vídeo é muito apelativo. De que adianta produzir um clipe com o fim de promoção, sendo que ele será banido em todos os canais? O problema hoje em dia com as bandas do estilo é que uma quer ser mais bruta, polêmica, nojenta e escrota que a outra, numa espécie de competição do mau gosto. Deveriam se apegar apenas a música mesmo, pois a mensagem é ótima. Alguém que achar beleza nesse vídeo, certamente precisa de ajuda profissional…hehehehehe! Obrigado pelo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *