A saga dos mortos de Romero- Parte 1

Hoje vou falar sobre o primeiro filme da saga dos mortos: A noite dos mortos vivos,Lançado em 1968 por George A. Romero, um filme independente que revolucionou o modo como vemos zumbis hoje.

Sinopse: A radiação provocada pela queda de um satélite faz com que os mortos saiam de suas covas como zumbis comedores de gente, fazendo com que um grupo de pessoas refugiados em uma casa tenham que lutar pela sobrevivência contra uma horda sedenta de carne e sangue.

Mortos de Romero
George A. Romero

A noite dos mortos vivos: o renascimento da cultura pop

Na década de 60, Romero, John Russo e Russell Streiner cansados de produzirem comerciais para televisão e com uma idéia de um filme de terror, ainda sem título, levantaram $114.000 e começaram a produção do que seria o maior filme de zumbis de todos os tempos.

Com um orçamento apertado e um roteiro que basicamente seria de mortos levantando de seus túmulos, A noite dos mortos vivos, conseguiu transpor a barreira do grotesco e descabido, para ser inserido, entre linhas, uma crítica a sociedade da época.

A noite dos mortos vivos
A noite dos mortos vivos

Particularmente, prefiro a versão de Tom Savini que conseguiu captar melhor a transformação psicológica dos personagens. No original Barbara é o tempo todo frágil e se apoia em Ben, um protagonista fora dos padrões para a época.

Zumbis lentos e descoordenados
Zumbis lentos e descoordenados

O filme recebeu inúmeras críticas negativas, devido ao seu conteúdo explícito, que para a geração atual, não choca nem provoca o que Romero tinha em mente, mas conseguiu abrir caminho para suas sequências e para o “boom” do gênero chamado Apocalipse Zumbi.

Considerado uma obra prima por apreciadores de filmes de terror, A noite dos mortos vivos não pode passar despercebido, tem que ser visto e apreciado.

 

Curiosidades

-O sangue usado nas filmagens era feito de chocolate da marca Bosco Chocolate Syrup;

-O filme foi realmente gravado no condado de Evans City;

Centro de Evans City
Centro de Evans City

-A carne devorada pelos zumbis era presunto assado;

– O nome original era Night of the Flesh Eaters;

Por uma falha de edição o filme tornou-se de domínio público e os direitos autorais, isto é, o dinheiro não chegou à mão dos seus realizadores.

A volta dos mortos vivos (1985) é uma homenagem ao original de Romero, mas acabou sendo uma batalha levada aos tribunais. Lançado em 85 competiu diretamente com Day of the dead, deixando Romero ofendido por achar que estavam usando o nome de seu filme para promover A volta dos mortos vivos;

Capela
Capela

– O filme conta com cinco sequências: Dawn of the dead(1978), Day of the dead(1985), Land of the dead,(2005) Diary of the dead(2008) e Survival of the dead.

Por hoje é só, mas lembre-se essa é a parte 1. Próximo Dawn of the dead(1978). Aguardem.

Gostou? Curta nossa página no Facebook.

Sobre Renata Ruiz

Escritora de fantasia, ficção e terror, ama filmes de zumbis e leitora assídua de livros do mesmo gênero. Adora Tom Savini e seu sonho é ir conhecer o número 112 da Ocean Av. em Amityville. Acha que George Romero deveria fazer mais filmes.

Veja Também!

chamados2

Filmes de terror 2017 – datas e detalhes de 16 lançamentos imperdíveis

O ano de 2016 trouxe algumas novidades interessantes para os fãs de terror, no entanto, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *