007 Contra Spectre e o Legado Bond

James Bond é, de acordo com o site AdoroCinema, a 4ª maior franquia do cinema atualmente, com uma arrecadação total de US$ 4, 789 bilhões, 23 filmes e o 24ª 007 Contra Spectre (2015) em cartaz, já um sucesso nas bilheterias. Inspirado nos livros do escritor inglês Ian Flemming, é sobre o agente mais famoso do cinema e seu mais novo filme que falaremos hoje.

Para começar, é necessário nos localizarmos em qual estágio está a franquia. Atualmente o intérprete do personagem é Daniel Craig. Além de 007 Contra Spectre, estrelou outros três filmes como Bond: Cassino Royale (2006), adaptação da obra homônima da história que deu origem ao agente, Quantum of Solace (2008), interlúdio totalmente afetado pela greve dos roteiristas de Hollywood ocorrida no ano, e Skyfall (2012) obra máxima da série, arrebatadora nas bilheterias e nas premiações (valeu o Oscar de Melhor Edição de Som, e Melhor Canção Original para a cantora Adelle).

007Para entender melhor essa fase em que estamos voltemos a outra, na qual Pirce Brosnan estrelou como o agente secreto. Depois de uma espera de 6 anos entre 007-Permissão para Matar (1989) e 007 Contra Goldeneye (1995), começando neste com o pé direito, em uma trama que explorava a derrocada do comunismo após a queda do muro de Berlim em 1989, o filme foi capaz de mostrar que é possível haver Bond sem a Guerra Fria e ainda trouxe uma nova geração de fãs, utilizando-se de novas mídias como o mítico videogame 007 Goldeneye do Nitendo 64. Se o primeiro filme de Brosnan foi um sucesso, não se pode dizer o mesmo de seu último como Bond, 007-Um Novo Dia para Morrer (2002), tentou inserir a discussão da Coréia do Norte e usar carros invisíveis o filme e até foi indicado a algumas categorias da Framboesa de Ouro em 2003. Falhou e quase botou tudo a perder com a franquia.

Foi aí que os produtores da EON Productions Michael G. Wilson e Barbara Broccoli decidiram repensar os caminhos a tomar nos filmes. A saída foi recomeçar do zero, e fizeram Cassino Royale (2006), baseado no livro de mesmo nome ainda não adaptado para o cinema. O livro era o ideal, pois contava a origem de Bond. Para contar essa origem contrataram o inusitado Daniel Craig, conhecido, até então, por ser coadjuvante em filmes como Lara Croft: Tomb Raider (2001) e Estrada para a Perdição (2002), interpretando um Bond fiel aos livros, frio, sombrio e bruto, atormentado por seu passado. Deu certo.

Agora em 007-Contra Spectre (2015), Sam Mendes, diretor famoso por filmes como Beleza Americana (1999) e Estrada para a Perdição (2002), e Daniel Craig terminam aquilo que começou em Cassino Royale com estilo, mostrando, ao que parece, a melhor atuação de Craig até aqui, como James Bond, e interligando os enredos de todos os filmes da era Craig, usando a organização mundial criminosa Spectre, apresentada em três livros de Iam Flemming, a chamada Trilogia Blofeld (Chantagem Atômica ;A Serviço Secreto de Sua Majestade; e Morte no Japão)nome do chefe da organização e que rendeu os primeiros filmes da série.

O filme é repleto de referências aos clássicos filmes de 007, como o smoking branco com lapela de rosa usado por Sean Connery em 007 Contra Goldfinger ((1964)talvez o maior clássico da serie)) e a cena de perseguição com um avião na Áustria, a lá Roger Moore, com sua entrada ao estilo na cena e o veículo totalmente destruído ao final, em filmes como 007- O Espião que me Amava((1972)(também considerado um dos melhores da franquia)), um grande vilão e seu capanga, acessórios e traquitanas em seu carro etc.Na fase Sam Mendes, que também dirigiu Skyfall (2012), é indispensável mostrar a ligação entre Bond e seu carro, o Aston Martin DB5.

0072

É claro que 007 sobreviverá, polêmicas a parte, se Craig cortará os pulsos ou voltará a ser Bond, se um negro, gay ou uma mulher poderá ser James Bond, não importa. O personagem é maior que tudo isso, e seu legado está ai para o nosso deleite e continuará a ser explorado.
Se você quiser se aprofundar mais na história de James Bond, segue o link do documentário The James Bond Story (1999):

Ficha técnica:
Filme: 007 Contra Spectre
Título original: Spectre
Genero: Ação/Espionagem
Nacionalidade: Reino Unido
Duração: 02h30min
Distribuidor: Sony Pictures
Lançamento: 2015
Diretor: Sam Mendes
Elenco: Daniel Craig, Cristoph Waltz, Léa Seydoux, Ben Whishaw, Naomie Harris, Dave Bautista, Monica Bellucci, Ralph Fiennes
Roteiro: Johon Logan, Neal Purvis, Robert Wade e Jezz Butterworth

Sobre Ulysses Neto II

Advogado, cinéfilo e aficionado por livros e rock nacional.

Veja Também!

a-chegada2

A Chegada: filme sobre aliens deixa lições para os humanos

É curioso que um dos sons mais agoniantes seja o do silêncio. Simon & Garfunkel já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *